A concepção da palavra em Mikhail Bakhtin no contexto da crítica literária contemporânea

Elina Sventsitskaya

Resumo


O artigo é dedicado a um dos problemas centrais da ciência filológica moderna - o problema da palavra artística, no entendimento do qual vemos a interseção e interação frutífera da crítica literária e da linguística. O trabalho sistematiza conceitos relevantes para o estudo moderno da palavra artística, revelando sua natureza específica, bem como define as tendências gerais que são características de cada uma das abordagens existentes (palavra como signo, palavra como significado ontológico e palavra como realidade estética separada). A autora enfoca no conceito de palavra de Mikhail Bakhtin, que supera os extremos, próprios do signo e das abordagens ontológicas, e esclarece as diferenças básicas entre as categorias de comunicação e diálogo presentes em Bakhtin. O artigo corrobora com a definição da palavra artística como uma estrutura semântica de dois vetores (os componentes: "signo" e "sujeito substancial"), na qual a comunicação-existência consiste e se desdobra.


Palavras-chave


Diálogo; Comunicação; Ser-comunicação; Significado; Enunciado

Apontamentos

  • Não há apontamentos.