JOAQUIM GUEDES: A IGREJA DA VILA MADALENA E O SAGRADO BRUTALISTA

Yvone Dias Avelino

Resumo


Trata-se de uma reflexão sobre a importância da obra do eminente Prof. Dr. Joaquim Guedes, emérito docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Dentro da posição de um templo Sagrado, em um Bairro de tradições lusas, o professor/arquiteto optou pela junção do belo, do útil, da fé e do inovador. É uma Igreja de formato arrojado que dialoga com o novo e com o antigo, parecendo um enorme barco onde a luminosidade foca o lugar do altar com uma imensa e aparentemente solta janela sem gradis, cujos vidros vão diminuindo de tamanho na medida em que se afastam do altar central. Essa Igreja de Santa Maria Madalena foi encomendada e realizada quando ainda era o Pároco um incentivador da fé e amigo do bairro e de seus moradores onde deixou sua marca nos inúmeros benefícios aí realizados. A simplicidade deste artigo é resultado de uma vivência e de uma pesquisa sobre o bairro da Vila Madalena.

Palavras-chave


Arquitetura; Religião; Cidades

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.