ABORDAGEM DOCUMENTAL: esquemas de uso no trabalho coletivo de professores para o ensino de sequências numéricas

Armênio Lannes Xavier Neto, Maria José Ferreira da Silva

Resumo


A presente investigação é resultado de um estudo inicial desenvolvido em uma formação continuada de professores da educação básica que atuam em escolas pública e privada do estado de São Paulo. O objetivo da pesquisa é analisar a construção de parte de um documento para introduzir o ensino de sequências numéricas para alunos do 1o ano do Ensino Médio por meio do estudo dos esquemas de uso e do trabalho coletivo. A metodologia utilizada foi a investigação reflexiva, e os resultados obtidos possibilitaram entender a relevância dos esquemas de uso dos sujeitos no fenômeno da gênese documental e em um ambiente de trabalho coletivo.


Palavras-chave


Abordagem Documental do Didático; Trabalho coletivo; Esquemas; Sequências

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. BNCC. Base Nacional Curricular – Ensino Médio. Ministério da Educação. Brasil. 2018.

BRASIL. PCN+. Orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Ministério da Educação e Cultura. 2000.

GUEUDET, G. ; TROUCHE, L. Du travail documentaire des enseignants: genèses, collectifs, communautés. Le cas des mathématiques. Education et didactique, 2, (3), 7-33. 2008.

GUEUDET, G. ; TROUCHE, L. Towards new documentation systems for mathematics teachers? Educational Studies in Mathematics, 71, 199–218. 2009.

GUEUDET, G. ; TROUCHE, L. Do trabalho documental dos professores: gêneses, coletivos, comunidades: o caso da Matemática. 2015. Em teia, 6(3). Tradução de Katiane de Moraes. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/emteia/article/view/2243.

GUEUDET, G. ; TROUCHE, L. Teachers’ work with Resources: Documentational Geneses and Professional Geneses. In: From text to ‘Lived’ Resources. Mathematics Curriculum Materials and Teacher Development. 2012, p. 23-41.

GUEUDET, G.; TROUCHE, L., PEPIN, B.. Documentational Approach to Didcatics. Encyclopedia of Mathematics Eduaction, Springer International Publishing AG. https://doi.org/10.1007/978-3-319-77487-9_100011-1. 2018.

PEPIN, B.; CHOPPIN, J.; RUTHVEN, K. & SINCLAIR, N. Digital curriculum resources in mathematics education: foundations for change. ZDM 49(5):645-661. 2017a.

VERGNAUD, G. La théorie des champs conceptuels. Récherches em Didactique des Mathématiques, 10 (23), 1990.

WANG, C. Mathematics teachers’ expertise in resources work and its development in collectives. A French and a Chinese cases. In: Fan L; Trouche L; Rezat S; Qi C; Visnovska J (eds.). Research on mathematics textbooks and teachers’ resources: advances and issues. Springer, Cham, 2018, p. 193–213.

XAVIER NETO, A. L.; SILVA, M. J. F. & TROUCHE, L. A construção de atividades para o ensino de sequências numéricas: uma análise pela lente da Abordagem Documental. II Simpósio Latino Americano de Didática da Matemática – LADIMA. 2018. No prelo.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Ensino da Matemática em Debate (ISSN 2358-4122)

Indexadores:

      

  


Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional