Entretecimentos – literatura e artes visuais

Maria Adelia Menegazzo

Resumo


Este artigo pretende examinar o exercício ecfrástico como fator de ampliação do sentido de uma obra de arte. No limite da descrição, as leituras realizadas por poetas brasileiros contemporâneos de obras de arte visual demonstram as vantagens da prática, afirmando-se para além da mera intertextualidade ou de um ponto de partida para criação. Buscamos demonstrar que o poeta age na interpretação dos signos não-verbais por meio de signos do sistema verbal, acrescentando elementos da própria poética e, neste processo, intensificam-se as qualidades e os sentidos tanto do poema quanto da obra de arte visual.

Palavras-chave


Ecfrase; Poesia contemporânea brasileira; Artes visuais

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: