Vidas Secas: do romance ao filme

Elisabete Alfeld

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar algumas considerações sobre o procedimento da adaptação cinematográfica, aspecto que pretendo abordar recorrendo ao conceito de fronteira formulado por Yuri Lotman. Para situar o estudo, parto da análise comparada entre o romance e o filme Vidas Secas, sob a perspectiva do diálogo intertextual com a intenção de discutir a semiose da narratividade como elemento de fronteira dos procedimentos narrativos da literatura e do cinema.

Palavras-chave


Narratividade; Semiose; Fronteira; Dialogismo; Intertextualidade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 FronteiraZ : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: