As concepções do conselheiro real Polônio em quatro adaptações de Hamlet para os quadrinhos

Thiago Martins Prado

Resumo


Centrando-se na figura do conselheiro real da peça Hamlet, de Shakespeare, o estudo apresenta as variações nas versões de quatro HQs na reelaboração da personagem Polônio: a adaptação de Grant e Mandrake (1990), influenciada pela escola de Brandywine, a adaptação da Equipe East Press (2013), um mangá que demonstra um cuidado com a distribuição das personagens mudas em cena para afirmar uma pesquisa consistente do texto shakespeariano, a adaptação de Vieceli (2011), um mangá que se centra no vestuário para adotar uma atmosfera tecnológico-futurística, e a adaptação de Srebk e Shibao (2013), com foco maior nas posições corpóreas em cena.

Palavras-chave


tradução intersemiótica; quadrinhos; Hamlet; Polônio

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM