ESFORÇOS CRÍTICOS E DECOLONIAIS NA FORMAÇÃO DOCENTE: REFLEXÕES DE PROFESSORES/AS DE INGLÊS ATUANTES EM UMA FRANQUIA DE CURSO DE IDIOMAS

Ricardo Regis ALMEIDA, Barbra SABOTA

Resumo


Este estudo visa discutir como uma proposta de formação de professores/as de inglês ocorreu em uma franquia de curso de idiomas, situada na cidade de Anápolis-GO, após a implementação de um grupo de estudos. As nossas discussões teórico-acadêmicas baseiam-se no pós-estruturalismo, no pós-modernismo, na Linguística Aplicada Crítica e no pensamento decolonial. O material empírico foi gerado a partir das narrativas orais de quatro professores/as da escola no ano de 2018. As problematizações evidenciaram que os/as docentes lançaram olhares mais críticos e situados com relação ao seu contexto profissional após contato com os textos e discussões realizadas no grupo de estudos.

Palavras-chave


Formação de professores/as de inglês; curso de idiomas; grupo de estudos; esforços críticos e decoloniais.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Intercâmbio está indexada em:

        

Catálogo de Bibliotecas:

ISSN 2237-759X

A Intercâmbio e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/intercambio. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/intercambio.