APRENDIZAGEM ESCOLAR: DESAFIOS DO PROFESSOR NA ATIVIDADE DOCENTE

Júlio Ribeiro Soares, Dalcimeire Soares de Araújo, Rafaela Dalila da Costa Pinto

Resumo


Nas duas últimas décadas, período este delimitado a partir da promulgação da atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96) e marcado por uma elevação na quantidade de matrículas na escola, especialmente no ensino fundamental, o processo de aprendizagem escolar tem se constituído numa questão urgente do nosso tempo, seja nos cursos de formação inicial e/ou continuada de professores, seja no seio da família e da própria escola, ou ainda nos consultórios médicos. Diante dessa problemática, a atividade docente tem sido analisada a partir de diferentes perspectivas, tanto políticas quanto pedagógicas, com vistas a atender a questão do processo de aprendizagem escolar. Tendo a psicologia sócio-histórica como base teórico-metodológica, este artigo objetiva apreender a dimensão subjetiva dos desafios vividos pelo professor na atividade docente frente às possibilidades de aprendizagem que se configuram no espaço escolar. Metodologicamente, o trabalho de investigação se desenvolveu por meio da realização de entrevista semiestruturada e o processo de análise e interpretação dos dados teve como base de apoio a proposta dos núcleos de significação. Os resultados do processo de análise e interpretação apontam para a constituição de dois núcleos de significação, a saber: 1) A vida na escola: um caminho de flores e espinhos; e 2) Da formação à prática: sonhos, possibilidades e desafios.

Palavras-chave


Aprendizagem escolar; Subjetividade; Atividade docente

Texto completo:

PDF

Referências


Aguiar, W. M. J. (2001). Consciência e atividade: categorias fundamentais da psicologia sócio-histórica. In: Bock, A. M. B. e outros (Orgs.). Psicologia Sócio-Histórica: uma perspectiva crítica em psicologia. São Paulo: Cortez.

Aguiar, W. M. J.; Ozella, S. (2006). Núcleos de significação como instrumento para a apreensão da constituição dos sentidos. Psicologia: Ciência e Profissão, 26 (2), 222-245.

Aguiar, W. M. J.; Ozella, S. (2013). Apreensão dos sentidos: aprimorando a proposta dos núcleos de significação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, 94, (236), 299-322.

Aguiar, W. M. J.; Soares, J. R.; Machado, V. C. (2015). Núcleos de significação: uma proposta histórico-dialética de apreensão das significações. Cadernos de Pesquisa, 45,(155), 56-75.

Bock, A. M. B. (1999). Aventuras do Barão de Munchausen na Psicologia. São Paulo: EDUC; Cortez.

Bock, A. M. B.; Aguiar, W. M. J. (2016). A dimensão subjetiva: um recurso teórico para a psicologia da educação. In: Aguiar, W. M. J.; Bock, A. M. B. (Orgs.). A dimensão subjetiva do processo educacional: uma leitura

sócio-histórica. São Paulo: Cortez.

Chaiklin, S. (2011). A zona de desenvolvimento próximo na análise de Vigotski sobre aprendizagem e ensino. Psicologia em Estudo, Maringá, 16, (4), 659-675.

Gatti, B. A.; Barretto, E. S. S.; André, M. E. D. A. (2011). Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO. pp. 300.

Gonçalves, M. G. M.; Furtado, O. (2016) A perspectiva sócio-histórica: uma possibilidade crítica para a psicologia e para a educação. In: Aguiar, W. M. J.; Bock, A. M. B. (Orgs.). A dimensão subjetiva do processo educacional: uma leitura sócio-histórica. São Paulo: Cortez.

González Rey, F. (2003). Sujeito e subjetividade: uma aproximação histórico-cultural. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

IBGE. Brasil em Síntese. Disponível em: . Acesso em: 06 de out. 2016.

Soares, J. R.; Barbosa, S. M. C.; Alfredo, R. A. (2016). A atividade pedagógica vivida na escola: significações produzidas em iniciação à docência. In: Aguiar, W. M. J.; Bock, A. M. B. (Orgs.). A dimensão subjetiva do processo educacional: uma leitura sócio-histórica. São Paulo:

Cortez.

Soares, J. R.; Fonseca, G. F.; Faustino, J. V. S.; Bonifácio, S. D.; Fernandes, L. R. (2019). Psicologia e educação: um estudo sobre o desenvolvimento do comportamento na infância. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, 11, (2), 81-90.

Vigotski, L. S. (2001). A construção do pensamento e da linguagem. (P. Bezerra, trad.). São Paulo: Martins Fontes. (Trabalho original publicado em 1934).

Vigotski, L. S. (2007). A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. (J. C. Neto, L. S. M. Barreto, S. C. Afeche, trad.). São Paulo: Martins Fontes. (Obra publicada originalmente

em inglês em 1984).




DOI: https://doi.org/10.23925/2175-3520.2020i51p72-84

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.