Abraão e o Absurdo – Dos olhares da fé e da razão quedada

Jimmy Sudario, Rafael de Castro Lins

Resumo


Tendo em vista o aprofundamento existencial pertinente à narrativa bíblica do mito de Abraão, Kierkegaard, além de fitar o significado medular desta história, também elabora diversas perspectivas pelas quais aquele ato dramático pode ser visto. Este artigo atenta-se a estes pressupostos da obra Temor e Tremor, fazendo correlações e enfrentamentos com o pensamento filosófico de Albert Camus, no que toca os termos da fé, da ética, e da metafísica cristã. Para este fim, prerrogativas camusianas, tal como o suicídio filosófico, receberam assentos a partir dos próprios comentários de Camus a respeito deste que o antecedeu numa extensa tradição de crítica à razão moderna, Kierkegaard. E, neste ínterim, uma perspectiva camusiana do mito de Abraão foi ilustrada, à luz e sob auxílio do romance Caim de José Saramago. Dessa forma, perpassando entre Temor e Tremor, O Mito de Sísifo e Caim, três gradações distintas de percepção da metafísica cristã foram tocadas ligeiramente neste artigo.

Palavras-chave


Temor e Tremor; Suicídio filosófico; Crítica à razão; Mito de Abraão; Caim

Texto completo:

PDF

Referências


BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução de João Ferreira de Almeida. 2ª edição. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 2011. Edição revista e atualizada no Brasil.

CAMUS, Albert. A peste. Tradução de Valerie Rumjanek. 22ª edição. Rio de Janeiro: Record, 2013c.

CAMUS, Albert. O avesso e o direito. Tradução de Valerie Rumjanek. 3ª edição. Rio de Janeiro: Record, 1996.

CAMUS, Albert. O homem revoltado. Tradução de Valerie Rumjanek. 10ª edição. Rio de Janeiro: Record, 2013b.

CAMUS, Albert. O mito de Sísifo. Tradução de Ari Roitman e Paulina Watch. 3ª edição. Rio de Janeiro: BestBolso, 2013a.

DOSTOIÉVSKI, Fiódor. Os irmãos Karamázov. Tradução de Paulo Bezerra. 3ª edição. São Paulo: Editora 34, 2012.

GOUVÊA, Ricardo. Paixão pelo paradoxo: uma introdução a Kierkegaard. São Paulo: Novo Século, 2000.

KIERKEGAARD, Søren. Temor e tremor. Tradução de Elisabete M. de Sousa. Lisboa: Relógio D’Água, 2009.

KIERKEGAARD, Søren. O desespero humano. Tradução de Adolfo Casais Monteiro São Paulo: Editora UNESP, 2010.

NIETZSCHE, Friedrich. A Gaia Ciência. 2ª edição. Tradução de Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

SARAMAGO, José. Caim. 3ª edição. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

TILLICH, Paul. Dinâmica da fé. Tradução de Walter O. Schlupp. São Leopoldo: Sinodal, 1985.




DOI: https://doi.org/10.19143/2236-9937.2016v6n11p238-263

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.