A teopoética de T. S. Eliot

Considerações sobre The Journey of the Magi

Autores

  • Carlos Ribeiro Caldas Filho Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da PUC Minas

DOI:

https://doi.org/10.23925/2236-9937.2022v26p12-30

Palavras-chave:

T. S. Eliot, Poesia, Tradução, Cristianismo, Fé

Resumo

A palavra teopoética tem sido usada para designar os diálogos possíveis entre a literatura e a reflexão teológica e/ou os estudos de religião. O presente artigo pretende apresentar um exercício de teopoética a partir da interpretação do poema The Journey of the Magi – “A viagem dos magos”, do poeta e crítico literário T. S. Eliot (1888-1965), um dos mais importantes poetas do século XX, contemplado com o Nobel de Literatura em 1948. Para tanto, o artigo apresentará em primeiro lugar breves notas biográficas de Eliot, seguidas de considerações gerais sobre o poema, com nossa proposta de tradução do mesmo, e ainda algumas considerações sobre a (im)possibilidade de traduzir poesia. Também serão apresentadas algumas observações sobre aspectos teológicos do poema, bem como considerações sobre a visão de Eliot do cristianismo. A hipótese defendida no artigo é que a viagem dos magos descrita por Eliot é uma metáfora de sua própria jornada de fé.

Biografia do Autor

Carlos Ribeiro Caldas Filho, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da PUC Minas

Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo, pós-doutor em Teologia pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). Professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUCMG). Contato: crcaldas2009@hotmail.com

Referências

BÍBLIA SAGRADA. Edição Revista e Atualizada no Brasil. 2ª edição. Tradução de João Ferreira de Almeida. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.

CÂNDIDO, Antonio. O estudo analítico do poema. 6ª edição. São Paulo: Humanitas, 2009.

CANTARELA, Antonio Geraldo. A produção acadêmica em Teopoética no Brasil: pesquisadores e modelos de leitura. Teoliterária. V. 8, N. 15, 2018, p. 193-221.

DAUNT, Ricardo. T. S. Eliot e Fernando Pessoa: Diálogos de New Haven. São Paulo: Landy, 2004.

ELIOT, T. S. The Journey of the Magi. The Poetry Archive. Disponível em ˂https://poetryarchive.org/poem/journey-magi/˃ Acesso em: 10.02.2022.

ELIOT, T. S. T. S. Eliot Reads “The Journey of the Magi”. Disponível em ˂https://www.youtube.com/watch?v=BCVnuEWXQcg˃ Acesso em: 12.02.22.

FRYE, Northrop. T. S. Eliot. Rio de Janeiro: Imago, 1998.

KIRK, Russel. A era de T. S. Eliot. A imaginação moral do século XX. São Paulo: É Realizações, 2011.

MOISÉS, Massaud. A criação literária – Poesia. 16ª edição. São Paulo: Cultrix, 2004.

RIBEIRO, Luis Antonio. Os dez melhores poemas de T. S. Eliot. Disponível em ˂https://notaterapia.com.br/2017/09/25/os-10-melhores-poemas-de-t-s-eliot/˃ Acesso em: 12.02.22 .

RICOEUR, Paul. Sobre a tradução. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2011.

WOOD, Ralph C. The Witness Made by Martyrdom in T. S. Eliot’s Murder in the Cathedral in WOOD, Ralph C. Literature and Theology. Nashville: Abingdom Press, 2008.

Downloads

Publicado

2022-05-20