CIBERATEÍSMO: RELIGIÃO E ATEÍSMO EM TEMPOS DE REDE

Patricia Leonor Martins

Resumo


O artigo discute a partir da personagem do Pastor Adélio o ateísmo nos tempos de Rede. Assim, inicialmente apresenta-se a personagem do Pastor Adélio, objeto da pesquisa, e considerações sobre o ambiente virtual em que ela está inserida. Faz-se uma breve contextualização do “mundo virtual”, bem como dos espaços virtuais destinados a falar de religião - a ciberteologia -, e dos espaços virtuais que contrapõem o discurso religioso – o ciberateísmo. Além dessa contextualização, o artigo também traz em seu desenvolvimento breves considerações acerca do ateísmo e o neoateísmo. Tendo como base para as discussões suscitadas autores como Georges Minois com sua obra História do Adeísmo, o Padre Antonio Spadaro com a obra Ciberteologia: Pensar o Cristianismo em Tempo de Rede, Pierre Levy com Cibercultura, entre outros.


Palavras-chave


Ciberateísmo; Ateísmo; Religião; Pastor Adélio

Texto completo:

PDF

Referências


BÍBLIA DE JERUSALÉM. Português, 4ª reimpressão. São Paulo: Paulus, 2006.

FERRAZ, Salma: O humor salva. Entrevista especial com Salma Ferraz. Revista do Instituto Humanista da UNISINOS. Teologia e Literatura. São Leopoldo: Unisinos, 2017, Edição 499.

FRANCO, Clarissa De. O ateísmo de Richard Dawkins nas fronteiras da ciência evolucionista e do senso comum. 2014. 233f. Tese (Doutorado em Ciência da Religião). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

GALINDO, Daniel. O consumo da religião como entretenimento: quem abriu a caixa de Pandora? Anais do VIII Eclesiocom. Volume 2, Número 1. São Bernardo: UMESP, 2013.

GALINDO, Daniel. O marketing da fé e a fé no marketing. Estudos de Religião, v. 23, n. 36, jan./jun. 2009, p. 14-34.

JENKINS , Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

LEVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo. Editora 34, 1999.

LEVY, Pierre. O que é o virtual? São Paulo: Ed. 34, 1996.

MATA, Sérgio. História & Religião. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

MINOIS, Georges. História do Ateísmo: os descrentes no mundo ocidental, das origens aos nossos dias/ tradução Flávia Nascimento Falleiros, 1. Ed. – São Paulo: Editora Unesp, 2014.

RICCIERI, Pina. FORMAÇÃO AO ALCANCE DE UM CLIQUE - Comunicação digital: desafios e oportunidades. São Paulo. Editora Paulinas, 2012.

SILVEIRA, André Luiz. Riso e subversão: O cristianismo pela Porta dos Fundos. Florianópolis – SC, Dissertação de Mestrado UFSC, 2016.

SPADRO, Antonio. Ciberteologia: pensar o cristianismo nos tempos de rede. Tradução: Cacilda Rainho Ferrante, São Paulo: Paulinas, 2012.

SPADARO, Antonio. Ciberteologia. Conferência. 2013. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=T86F2-_G-4g Acesso em 11/09/2016.

SARTRE, Jean-Paul. Existentialism and Humanism. In: PRIEST, Stephen, Jean-Paul Sartre: Basic Writings, London: Routledge, 2001.




DOI: https://doi.org/10.19143/2236-9937.2018v8n15p266-296

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.