Teresa de Ávila e a parábola do bicho-da-seda. Encantamento em prosa para um renascer em Cristo

Lúcia Pedrosa-Pádua

Resumo


Estamos no interior de um dos símbolos mais importantes do livro Castelo Interior ou Moradas, de Santa Teresa de Ávila. Literariamente, pode ser lido como uma unidade com valor próprio.  A autora encontra-se numa encruzilhada narrativa, precisa mostrar que o amor de Deus opera uma transformação interior em direção à liberdade, à beleza e ao amor concreto, aquele vivido nas relações humanas cotidianas. Mas esta metamorfose é também morte, alteração da rota, transformação radical em relação à anterior forma de vida, tão apegada a mil coisas. Não é possível seguir adiante sem abrir espaço, sem deixar algo. São João da Cruz havia expressado esta realidade poeticamente: “Matando, trocaste morte por vida”. Teresa o faz pela imagem da metamorfose do bicho-da-seda em uma “borboletinha branca”, passando pela construção do casulo. A narrativa teresiana é marcada por linguagem cheia de encantamento e poesia, em especial, pelo uso do recurso literário dos diminutivos. A narrativa revela uma mística cósmica e intenciona ser uma parábola da vida cristã que, confiada no próprio Cristo, “entra” em sua vida para com ele renascer.


Palavras-chave


Mística e literatura; Parábola do bicho-da-seda; Santa Teresa de Ávila; Teologia; Teo-poética

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ, T. La filigrana de diminutivos en los escritos de Santa Teresa. In: Tomás Álvarez. Estudios Teresianos, tomo III, Doctrina Espiritual. Burgos: Monte Carmelo, 1996: 575-607.

CASTELLANO, Jesus. Lectura de un símbolo teresiano. Revista de Espiritualidad , v. 41, n. 165, oct.-dec. 1982: 531-566.

GESCHÉ, A. O cosmo. São Paulo: Paulinas, 2004.

GUERRA, Santiago. El gusano y la mariposa. Consideración histórico-espiritual. Revista de Espiritualidad, v. 72, n. 289, oct.-dec. 2013: 537-571.

PAPA FRANCISCO. Encíclica Laudato si’. Sobre o cuidado da casa comum. Brasília: CNBB, 2015.

PAPA FRANCISCO. Exortação apostólica Gaudete et Exsultate. Sobre a chamada à santidade no mundo atual. São Paulo: Paulinas, 2018.

PEDROSA-PÁDUA, Lúcia. Santa Teresa de Jesus. Mística e humanização. São Paulo: Paulinas, 2015.

SANTA TERESA DE JESUS. Castillo Interior. Ed. Tomás Álvarez y Antonio Mas: Reproducción en Facsímil, Transcripción, Notas críticas, Nota Histórica, Léxico. Burgos: Monte Carmelo, 1990.

SANTA TERESA DE JESUS. Castelo Interior ou Moradas. In: Obras Completas. (Coord. Frei Patricio Sciadini; trad. texto estabelecido por T. Álvarez). São Paulo: Carmelitanas/Loyola, 1995, p. 431-588.

SANTA TERESA DE JESUS. Livro da Vida. In: Obras Completas. (Coord. Frei Patricio Sciadini; trad. texto estabelecido por T. Álvarez). São Paulo: Carmelitanas/Loyola, 1995, p. 19-291.

SANTA TERESA DE JESUS. Relações. In: Obras Completas. (Coord. Frei Patricio Sciadini; trad. texto estabelecido por T. Álvarez). São Paulo: Carmelitanas/Loyola, 1995, p. 773-839.




DOI: https://doi.org/10.23925/2236-9937.2019v19p239-251

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Filiada:

Apoio:


Teoliteraria está indexada em:

     

    

  

                         

 

 

 

 

 

Presença da Teoliteraria em Bibliotecas no exterior:

 

                         
                               
            
                        
                       
              
                              
                                          
                       
                
                             

 

           

  

 



  

     
 Está obra está licenciada sobre uma Creative Commons Attribution 4.0 International License.