A Rainha Comilona: dialogismo e memória na escritura escolar

Eduardo Calil

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir a relação entre dialogismo e memória, considerando como objeto de investigação o processo de escritura em ato. Caracterizado enquanto um estudo de caráter etnolinguístico, propomos uma articulação entre as noções de “memória semântica” e “memória do objeto”. A articulação proposta tem como referência teórica a Genética de Textos e a Linguística da Enunciação, defendendo a hipótese de que a condição dialógica e intersubjetiva do escrevente perfaz o conteúdo ativado durante a geração e formulação de uma ideia. Para tal, analisamos os minutos iniciais de um processo de escritura de uma história inventada, efetivado (e filmado) em contexto escolar, do qual participam duas alunas recém-alfabetizadas (6 anos). O resgate desta dinâmica revelou não apenas o modo como o título foi gerado e a importância do contexto letrado, mas principalmente, o papel do acaso e do imprevisível para a compreensão de seu funcionamento.

Palavras-chave


Dialogismo; Memória; Processo de escritura; Enunciação; Sala de aula

Texto completo:

PDF PDF (English)

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.