O herói no tribunal da eternidade: a teoria jurídica do romance do Círculo de Bakhtin

Renata Coelho Marchezan

Resumo


A obra do Círculo de Bakhtin possui fundamentações jurídicas que derivam da filosofia neokantiana. A obra de Hermann Cohen, Max Scheler e Georg Simmel são de especial importância. Um estudo dessa tradição intelectual leva ao exame de alguns dos trabalhos de Voloshinov, Bakhtin, Pumpianskii e Kagan, e ao destaque da centralidade da pessoa jurídica e das estruturas do julgamento na, agora famosa e influente, teoria bakhtiniana do romance. Tal teoria também possui implicações para teoria social mais ampla, conforme trabalhos recentes têm mostrado. Uma análise de suas fundamentações jurídicas é importante para o entendimento de sua natureza e para a avaliação de sua utilidade para a teoria contemporânea.

Palavras-chave


jurisprudência; romance; cultura; democracia; neokantismo; fenomenologia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.