v. 20, n. 36 (2016)

Direita Volver... Fim de ciclo na América Latina?

A América Latina passa por significativas mudanças combinando crises econômicas e políticas. Forças de direita se manifestam nas ruas e, mesmo de forma desigual, nos diferentes países conseguem vitórias, inclusive nas urnas. O “golpe branco” no Paraguai; a direitização no governo Dilma Rousseff e as forças reacionárias que ganham as ruas no Brasil, com desdobramentos imprevisíveis; o triunfo de Mauricio Macri nas eleições na Argentina; a derrota eleitoral do chavismo na Venezuela; mudanças de rumo nos governos de Rafael Correa no Equador e de Evo Morales, na Bolívia... Este cenário sinalizaria o fim de um momento histórico considerado por muitos como pós-neoliberal? O que as esquerdas e os diversos movimentos sociais antissistêmicos latino-americanos vislumbram no horizonte?

 

Orgs. Eliel Machado (UEL) e Fábio Luis Barbosa dos Santos (Unifesp)

Sumário

Apresentação

Lúcio Flávio de Almeida
PDF
7-9

Artigos

Marcos Del Roio
10-23
Cristiano Lima Ferraz, José Jackson Reis dos Santos
24-37
Fabiana Sanches Grecco
38-50

Dossiê

Franck Gaudichaud
52-65
Francisco J. Cantamuto
66-81
Gonzalo Rojas, Shimenny Ludmilla Araújo Wanderley
82-92
Napoleón Saltos Galarza
93-113
Alex de Novais Dancini, José Joaquim Pereira Melo
114-125
Laurent Delcourt
126-139
Ilse Gomes Silva
140-150
Jefferson Barbosa
151-165
Guilherme Gomes Ferreira
166-178
Ronaldo Gaspar
179-193
Valter Pomar
194-201

Resenhas

André Rocha Leite Haudenschild
202-206
Márcio Farias
207-208
Bernardo Soares
209-212