Pesquisas comparativas sobre organização e desenvolvimento curricular na área de Educação Matemática, em países da América Latina
Comparative research on the organization and curriculum development in the field of mathematics education

Célia Maria Carolino Pires

Resumo


Resumo

 

O presente artigo tem comoobjetivos apresentar algumas reflexões sobre um projeto de pesquisascomparativas de currículos prescritos em alguns países da América Latina.Baseia-se em resultados obtidos em pesquisas, que realizaram estudoscomparativos entre Brasil-Chile, Brasil-Paraguai e Brasil-Argentina,respectivamente. Iniciamos o texto com uma breve apresentação das motivações edos objetivos do projeto, da trajetória percorrida pelos pesquisadores edescrevendo as primeiras aproximações do grupo com as concepções referentes aestudos comparativos. Na sequência, organizamos algumas reflexões sobreresultados desses estudos comparativos, buscando identificar semelhanças ediferenças e identificando as principais influências da Educação Matemática naformulação de propostas curriculares nesses países, no momento históricorecente. Os três estudos diagnosticaram a grande ênfase conferido à Resoluçãode Problemas e ao uso das Tecnologias. Prevalece a perspectiva construtivista deaprendizagem. São observadas marcas de estudos relacionados à teorizações comocontrato didático, obstáculos, campos conceituais, entre outros. A seleção eorganização de conteúdos é bastante similar nos três países, variando o nívelde detalhamento apresentado nos documentos.

 

Abstract

 

This paper aims to present some reflections on acomparative research project curriculum prescribed in some Latin Americancountries. It is based on results obtained in research who conductedcomparative studies between Brazil-Chile, Brazil-Paraguay, Brazil-Argentina,respectively. We begin with a brief presentation of project motivations andgoals, the path traveled by researchers and describing the first contact groupwith the concepts related to comparative studies. In response, we organizedsome thoughts on comparative results of these studies in order to identifysimilarities and differences and identifying the main influences of MathematicsEducation in the formulation of curriculum proposals in these countries inrecent historic moment. The three studies diagnosed the greater emphasis givento the Troubleshooting and use of technologies. The prevailing constructivist perspectiveof learning. Observed are trademarks of studies related theories as didacticcontract, obstacles, conceptual camps, among others. The selection andorganization of content is very similar in all three countries, varying thelevel of detail presented in the documents.


Palavras-chave


Currículos de Matemática; EstudosComparativos. Brasil. Chile. Paraguai. Argentina

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. (2010). Relatório de análise de propostas curriculares de ensino fundamental e ensino médio. Maria das Mercês Ferreira Sampaio (organizadora) . – Brasília: Ministério da Educação / Secretaria de Educação Básica, 445 p.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria do Ensino Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Matemática. 1º e 2º ciclos. 1997.

_____________________ Parâmetros Curriculares Nacionais – Matemática terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental, 1998.

___________________ Parâmetros Curriculares Nacionais – Matemática Ensino Médio, bases legais, Brasília, 1999.

___________________Parâmetros Curriculares Nacionais – Matemática Ensino Médio – PCN+. Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais, 2002.

BRASLAVSKY, C. e GUSTAVO, C. (1997) As atuais reformas educativas na América Latina: quatro atores, três lógicas e oito tensões. PREAL, Série “Documentos Ocasionais”, nº 5.

CARVALHO, E. J. G. de, Estudos comparados: repensando sua relevância para a educação. II Congresso Internacional da Sociedade Brasileira de Educação Comparada, 2008.

Disponível em: http://www.sbec.org.br/evt_2008.php

CERQUEIRA, D. S. Um estudo comparativo entre Brasil e Chile sobre Educação Matemática e sua influência nos currículos de Matemática desses países. Tese de Doutorado. PUC/SP. 2012.

CRISTOFOLI, M. S, Estudos comparados na América Latina: um caminho para o conhecimento e gestão da Educação nos países do Mercosul.

Disponível em: www.anpae.org.br/congressos_antigos/simposio2009/239.pdf

DIAS, M de O. Educação Matemática e sua influência nos currículos prescritos e praticados: um estudo comparativo entre Brasil e Paraguai. Tese de Doutorado. PUC/SP. 2012.

FRANCO, Maria Ciavatta. Quando nós somos o outro - Questões teórico-metodológicas sobre os estudos comparados. Educação e Sociedade, Campinas, v. XXI, n. 72, p. 197-230, 2000. Agosto/00, P. 200.

KEITEL, C. E KILPATRICK, J. (1999) Racionalidade e irracionalidade dos estudos comparativos internacionais.Educação e Matemática 55, p.71-80. Portugal.

KRAWCZYK, N. R.; VIEIRA, V. L. A reforma educacional na América Latina: uma perspectiva histórico-sociológica (Argentina, Brasil, Chile e México na década de 1990). São Paulo: Xamã, 2008.

KRAWCZYK, N. R. e VIEIRA, V. L. (2006). Homogeneidade e heterogeneidade nos sistemas educacionais: Argentina, Brasil, Chile e México. Cadernos de Pesquisa, v. 36, nº. 129, pp. 673-704, set./dez.

MERCOSUR (2008). Indicadores Estadísticos del Sistema Educativo del Mercosur 2008. Disponível em http://www.sic.inep.gov.br/pt/docu mentos/cat_view/98-documentos e referências/49-indicadores--indicadores-- indicators. Acesso em 05/01/2010.

NÓVOA, A.; YARIV-MASHAL, T. (2005). Vers un comparatisme critique: regards sur l´éducation. Cadernos Prestige 24. Lisboa: Educa.

OLIVEIRA, E. C. Impactos da Educação Matemática nos currículos prescritos e praticados de Argentina e Brasil. Material apresentado para qualificação de tese de Doutorado. PUC/SP. 2012

PIRES, C. M. C. As decisões sobre currículos no Brasil: os descaminhos das políticas públicas e suas consequências. E agora, para onde vamos? In: Anais do XV Encontro Regional de Educação Matemática. Porto Alegre: Unisinos, 2003.

______________Formulações basilares e reflexões sobre a inserção da matemática no currículo visando a superação do binômio máquina e produtividade. Educação Matemática Pesquisa. v. 6, p. 29-61. São Paulo, 2004.

______________ Implementação de inovações curriculares em matemática e embates com concepções, crenças e saberes de professores: breve retrospectiva histórica de um problema a ser enfrentado. In: Revista Ibero Americana de Educación Matemática. Diciembre de 2007, Número 12, páginas 5-26 ISSN: 1815-0640.

TROJAN, R. M. Educação Comparada: considerações teórico-metodológicas no contexto da globalização. Anais del III Congreso Nacional y II Encuentro Internacional de Estudios Comparados en Educación – reformas educativas contemporáneas: continuidad o cambio? Buenos Aires, 25-27 de junho de 2009.

UNESCO. Declaração Mundial de Educação para Todos. Jomtien, 1990. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0008/000862/086291por.pdf Acesso: 12/12/2012


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA