A síntese de amônia: uma proposta de estudo histórico para a formação de professores de química vinculada ao Prêmio Nobel de Fritz Haber

Mariana Corrêa Araújo, José Otavio Baldinato

Resumo


Resumo

Estudos de caso pautados pela nova historiografia da ciência compõem uma enriquecedora gama de recursos a serem utilizados na formação de professores.[1] Ao favorecem estratégias que integram o aprender ciência ao aprender sobre ciência, eles instrumentalizam professores na busca por muitos dos objetivos atuais do ensino preconizados nos parâmetros curriculares oficiais. Neste trabalho, abordamos o prêmio Nobel do químico Fritz Haber (1868-1934), conferido em 1918 pela síntese da amônia. Partindo da tradução da palestra de Haber para o português, buscamos facilitar o acesso a este documento histórico original, dirigindo o olhar de licenciandos a um texto que favorece a percepção de como os desenvolvimentos da química se conectam diretamente às questões de um contexto histórico mais amplo. Nossa análise dos aspectos didáticos da conferência dialoga com os estudos de Gil Pérez e cols[2] ao explorar detalhes do episódio que permitem contrapor visões distorcidas de ciência. Na fala de Haber, encontramos uma química que entrelaça questões tecnocientíficas e sociais de maneira rica, e que permite considerar: a demanda por fertilizantes em resposta ao crescimento da população e às mudanças nos seus modos de vida; dificuldades metodológicas no alcance das condições termodinâmicas ideais à síntese; aspectos do contexto da Europa no período imediatamente anterior à Primeira Guerra; e as próprias inclinações políticas e filosóficas do pesquisador. Concluímos que o texto histórico apresentado pode servir aos professores, incentivando-os a trabalharem mais com os problemas que levam ao conhecimento científico em cada contexto e não apenas com os conceitos finais desenvolvidos.

Palavras-chave: Fritz Haber; Amônia; Prêmio Nobel.

Abstract

Case studies oriented by the new historiography of science are helpful in science teachers’ training. Such studies may facilitate certain teaching objectives achievement, especially those related to pulling together learning science and learning about science. In this paper we approach the historical case of Fritz Haber (1868-1934) and his Nobel Prize, received for the synthesis of ammonia. By translating Haber’s speech into Portuguese, we tried to enable access to teachers and undergraduates to a text which facilitates the closer appreciation of a wide historical context. Our analysis dialogues with Gil Pérez et al. and tries to make explicit how the speech may help students to avoid inadequate perspectives about the nature of science. The Nobel Lecture evidences interesting relations between science and social issues such as: the great demand for nitrogen sources resulting from a denser population; methodological difficulties in reaching ideal thermodynamic conditions for the synthesis; the context in Europe prior to WWI; and Haber’s own political and philosophical inclinations. Calling teachers attention to these details might contribute to the formation of more complex perceptions of science, encouraging them to make teaching deal more with the problems that led to the scientific knowledge in any particular time instead of dealing only with science final concepts.

Keywords: Fritz Haber; Ammonia; Nobel Lecture.


[1] Ana M. Alfonso-Goldfarb, Marcia H. M. Ferraz, & Maria H. R. Beltran, “A historiografia contemporânea e as ciências da matéria: uma longa rota cheia de percalços,” in Escrevendo a história da ciência: tendências, propostas e discussões historiográficas, org. Ana M. Alfonso-Goldfarb & Maria H. R. Beltran, 49-74 (São Paulo: Livraria da Física, EDUC, Fapesp, 2004).

[2] Daniel Gil Pérez et al., “Para uma imagem não deformada do trabalho científico,” Ciência & Educação 7, n° 2 (2001): 125-153.

 


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM