A plataformas de autopublicação e o circuito da cultura: o caso A Barraca do Beijo

Edgar Roberto Kirchof, Aline Lupak Miyazaki

Resumo


O presente estudo é um recorte de uma dissertação de Mestrado sobre plataformas de autopublicação, realizada sob o viés dos estudos culturais e educação, defendida em fevereiro de 2020. Neste artigo, são apresentados os resultados da pesquisa sobre o processo de autopublicação do bestseller A Barraca do Beijo na plataforma Wattpad, com base nos conceitos que constituem o assim chamado circuito cultural. O referencial teórico fundamenta-se no campo dos Estudos Culturais, com ênfase nos trabalhos de Paul Du Gay e Stuart Hall (1997a). A principal conclusão a que permitem chegar as análises apresentadas é que as plataformas de autopublicação de livros na internet, na medida em que se alinham com a lógica da desintermediação e da reintermediação, modificam as dinâmicas da cultura do livro impresso, produzindo novas práticas de produção, consumo, regulação, além de deslocar as identidades tradicionalmente associadas a essas práticas.

Palavras-chave


Plataformas; Autopublicação; Circuito da Cultura; Mercado editorial; Estudos Culturais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1983-4373.2020i25p184-198

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 FronteiraZ. Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

FronteiraZ está indexada em:

Apoio: