Professores em luta: práticas alternativas de organização sindical. O caso de SUTEBA Bahía Blanca (Argentina)

Autores

  • Pablo Ariel Becher CONICET Universidad Nacional del Sur Colectivo de Estudios e Investigaciones Sociales GT CLACSO AC&SE http://orcid.org/0000-0002-8029-1252

Palavras-chave:

BAHÍA BLANCA- ESTRATÉGIAS- CONFLITIVIDADE NA EDUCAÇÃO- PRÁTICAS DA UNIÃO- SUTEBA.

Resumo

O estudo do sindicalismo dos professores a partir das suas práticas e experiências de conflito permite-nos revelar uma vantagem impensável das formas como a luta de classes se desenvolve no sector estatal na Argentina no período pós-convertibilidade (2003-2015). Voltando a um sindicato específico na província de Buenos Aires, que demonstrou níveis muito elevados de mobilização e greve, este documento investiga a partir de uma metodologia qualitativa e quantitativa o processo de acções de protesto e as formas de organização colectiva e alternativa que ocorreram na secção da SUTEBA de Bahía Blanca, por um lado para fazer avançar a relação entre estratégias, experiências e práticas dos professores nos processos de constituição de organizações sindicais, e por outro lado nas formas de construção de significados políticos que os professores experimentam como sector assalariado.

Biografia do Autor

Pablo Ariel Becher, CONICET Universidad Nacional del Sur Colectivo de Estudios e Investigaciones Sociales GT CLACSO AC&SE

Graduado como Profesor y Licenciado en Historia en la Universidad Nacional del Sur (UNS), Magister en Sociología en la Universidad Nacional del Sur (UNS) y actualmente doctorando en Ciencias Sociales por la Universidad de Buenos Aires (UBA). Filiación institucional: CONICET- UNS- CEISO

Downloads

Publicado

2022-05-08