CURRÍCULO E CONHECIMENTO ESCOLAR NA SOCIEDADE DAS CAPACITAÇÕES: O ENSINO MÉDIO EM PERSPECTIVA

Roberto Rafael Dias da Silva

Resumo


No presente artigo são examinadas as estratégias de regulação política e econômica que perfazem a constituição contemporânea do conhecimento escolar no Ensino Médio brasileiro. Para tanto, realiza-se uma análise textual de dois documentos publicados recentemente pela Unesco, com grande repercussão no Brasil, Reforma da Educação Secundária: rumo à convergência entre a aquisição do conhecimento e o desenvolvimento de habilidade (2008) e Protótipos curriculares de Ensino Médio e Ensino Médio Integrado (2011). Ambos os textos influenciaram diretamente os processos de diagnóstico, planejamento e implementação das políticas curriculares para o Ensino Médio no Brasil. Descrevem-se os modos pelos quais a constituição do conhecimento escolar no Ensino Médio em nosso País desloca-se de uma concepção marcada pela perícia, típica do capitalismo industrial, para outra ancorada na meritocracia. A mobilização desse deslocamento, evidencia-se em dois sistemas de raciocínio pedagógico emergentes na cultura do novo capitalismo, a saber: o objetivo pedagógico da formação de personalidades produtivas e a organização curricular do Ensino Médio como uma comunidade de aprendizagem.


Palavras-chave


Ensino Médio; Políticas de currículo; conhecimento escolar; neoliberalismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais