ELEMENTOS DE UMA HISTÓRIA DO CURRÍCULO: RELAÇÕES EDUCAÇÃO E PODER SOB REGIME TOTALITÁRIO NO BRASIL E NA ITÁLIA

Ademir Valdir dos Santos

Resumo


O estudo apresenta a história do currículo combase no inter-relacionamento entre poder-educação-currículo, focando a formaçãoda infância e juventude. O objetivo é analisar aspectos de instituição da escolaprimária, perscrutando pelas relações entre poder autoritário, educação eorganização curricular em dois contextos: o regime de Benito Mussolini naItália (1922-1945) e o de Getúlio Vargas no Brasil (1930-1945). A metodologia écaracterizada por pesquisa documental com o uso de fonteslocalizadas em ambos os países: legislação, livros, cadernos, jornais escolarese panfleto. Osresultados indicam acordo entre as formas deengendrar e articular as relações entre poder e educação nos dois contextos,sustentando características vinculadas a influências políticas, sociais eculturais na história curricular, considerados os elementos da cultura materialda escola como expressão de uma composição curricular historicamente datada.Sob perspectiva comparativa, observado o locusdestinado à escola naqueles regimes totalitários, mostra-se que as complexasrelações entre poder-educação-currículo orbitaram ao redor do constructohistórico de uma escola fascistizada.

Palavras-chave


: história do currículo; currículo; educação; poder; fascismo

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais