A MATRIZ DE PENSAMENTO DE PAULO FREIRE: UM CRIVO DE DENÚNCIA-ANÚNCIO DE CONCEPÇÕES E PRÁTICAS CURRICULARES

Ana Maria Saul, Antonio Fernando Gouvêa da Silva

Resumo


Este texto tem o objetivo de apresentar a matriz de pensamento de Paulo Freire como um crivo de denúncia –anúncio de concepções e práticas curriculares. A denúncia diz respeito a saberes e práticas curriculares que emanam da tradição eurocêntrica. O anúncio se apresenta como uma proposta contra-hegemônica, na perspectiva de construção de um currículo crítico emancipatório. Serão visitadas obras de Freire, no sentido de trazer para o trabalho referências do autor que fazem a crítica a concepções e práticas curriculares desumanizadoras, bem como argumentos ético e epistemológicos que anunciam princípios para decisões e práticas curriculares que se situam no quadro da educação crítica. O texto apresenta, inicialmente, evidências que atestam a atualidade do pensamento de Paulo Freire, com a intenção de demonstrar a vigência e vitalidade do legado freireano ao redor do mundo. Segue denunciando a vigência de decisões e práticas curriculares que concretizam o que Paulo Freire denominou ‘educação bancária’ e anuncia proposições éticas e epistemológicas, na direção de uma pedagogia emancipatória.


Palavras-chave


Paulo Freire; prática curricular; educação libertadora

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais