AS LUTAS E PROPOSIÇÕES DO MOVIMENTO NEGRO: O BLOCO AFRO AKOMABU DO CENTRO DE CULTURA NEGRA DO MARANHÃO (CCN-MA)

Kátia Evangelista Regis, Marcelo Pagliosa, Gracy Kelly Souza

Resumo


Este artigo discute os resultados da pesquisa realizada no Bloco Afro Akomabu do Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN-MA), que teve por objetivo compreender como as ações educativas realizadas pelo Bloco contribuem para a construção da identidade negra. Discute-se se as intencionalidades da ação educativa realizada pelo Bloco dialogam com outros movimentos sociais e refletem sobre os subsídios que as atividades do Bloco Afro Akomabu oferecem para a realização de práticas educativas que contemplem a diversidade étnico-racial no contexto da implementação da Lei nº 10.639/2003, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira. Para tanto, debate-se neste trabalho as políticas públicas federais para a população negra que foram desenvolvidas desde 2003 e realiza-se um breve histórico das lutas da população negra do Maranhão. Conclui-se que as ações do Bloco Afro Akomabu e do CCN-MA colaboram para o processo de construção da identidade negra, para o reconhecimento e valorização da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira e proporcionam elementos para o questionamento dos currículos eurocêntricos das instituições educacionais.

 

 

 


Palavras-chave


Movimento negro. História e Cultura Africana e Afro-Brasileira. Lei nº 10.639/2003.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais