A EDUCAÇÃO POPULAR NO LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE DO RIO GRANDE DO SUL: RENOVAÇÕES E PERMANÊNCIAS

Conceição Paludo, Magda Gisela Cruz dos Santos, Paulo Eduardo Dias Taddei

Resumo


Parte de uma pesquisa mais ampla, o artigo apresenta uma análise sobre a Educação Popular (EP) no processo de constituição do Levante Popular da Juventude no Estado do Rio Grande do Sul. Buscou-se compreender como a EP é definida e vivenciada pelo movimento. O referencial teórico metodológico utilizado foi o materialismo histórico-dialético e as técnicas de pesquisa foram a bibliográfica, a análise documental e as entrevistas semiestruturadas. A análise dos resultados permitiu concluir que as práticas formativas do Levante apresentam características próximas aos denominados novos movimentos sociais e, ainda assim, mantêm alguns lineamentos teóricos da perspectiva marxista, de cunho popular, como a centralidade do conceito de classe social e de projeto popular. No Levante, a experimentação, traduzida na autonomia, no protagonismo, na organização, nas atividades de enfrentamento e na vivência de valores humanos, é prioridade na prática cotidiana. É nesse movimento constante que ocorre centralmente o processo formativo dos jovens e se evidencia a secundarização da formação de cunho teórico, o que constitui um grande desafio para a qualificação das intervenções do próprio movimento.


Palavras-chave


Levante Popular da Juventude. Educação Popular. Movimentos sociais. Teoria crítica. Atualidade.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais