A QUESTÃO AMBIENTAL A PARTIR DOS “SEM DIREITOS”: UMA LEITURA EM ENRIQUE DUSSEL

César Augusto Costa, Carlos Frederico Loureiro

Resumo


O ensaio aborda as contribuições do filósofo Enrique Dussel para a questão ambiental e o processo de lutas na América Latina na perspectiva dos “sem direitos” do ponto de vista epistêmico e político. Objetiva compreender a proposta política de Dussel acerca da realidade das lutas ambientais vinculadas ao processo de expropriação social em três momentos. No primeiro, refletiremos a origem do sistema-mundo moderno-colonial e as implicações deste processo histórico para a questão ambiental. No segundo, analisaremos a relação entre a questão ambiental, as lutas sociais e seu processo de expropriações na América Latina. Ao final, examinaremos como se insere a questão ambiental no debate político e ampliado das lutas sociais à luz da filosofia de Enrique Dussel, visualizando a historicidade das vítimas do sistema-mundo ou “sem direitos” expropriados pela matriz eurocêntrica e excludente.

Palavras-chave


América Latina; Enrique Dussel; Lutas sociais; Questão ambiental; Sem direitos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2019v17i2p673-698

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais