INTERNACIONALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS NA EDUCAÇÃO BÁSICA: CONCEPÇÕES E CONTEXTOS

Juares da Silva Thiesen

Resumo


Este trabalho resulta de pesquisa em desenvolvimento, que tem por objetivo analisar implicações dos movimentos de internacionalização curricular no/do Ensino Superior sobre as atuais políticas e reconfigurações curriculares na Educação Básica, particularmente, nos cenários de Brasil e Portugal. No texto, como recorte, apresento e exploro, com base em pesquisas já realizadas, um conjunto de aspectos conceituais e outros elementos de contextualização do movimento de internacionalização da educação, com o propósito de destacar a presença da Educação Básica no debate dessa problemática, que, como se sabe, tem a Educação Superior como lócus principal. Opero com procedimentos metodológicos comumente utilizados em investigações do tipo descritivo-exploratórias, com base em textos de periódicos indexados, teses e dissertações, além de trabalhos apresentados em anais de eventos científicos. No artigo, identifico, inicialmente, alguns sentidos conceituais atribuídos por pesquisadores para internacionalização da educação e do currículo e sobre esta base formulo provisoriamente um conceito para internacionalização do currículo na Educação Básica. Numa segunda seção, situo contextos nos quais se insere a problemática da internacionalização do currículo e pontuo aspectos da participação ou do envolvimento desse nível da Educação no movimento.


Palavras-chave


Internacionalização. Currículo. Educação Básica. Política.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2017v15i4p991-1017

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais