BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: CIÊNCIAS E MULTICULTURALISMO

Lucas Munhoz Cabral, Rosana dos Santos Jordão

Resumo


A Base Nacional Comum Curricular é o documento que concretiza a atual política curricular em nosso país, por meio da seleção de um conjunto de aprendizagens essenciais à formação básica. Dada a sua relevância educacional, neste artigo analisamos a versão final desse documento, publicada em 2018, com o objetivo de verificarmos se elementos do multiculturalismo estão contemplados em seu texto geral e na parte específica da área de Ciências da Natureza. Para tanto, foram selecionados excertos que faziam menção aos fundamentos éticos e a tratamentos direcionados à pluralidade e foi feita a análise das habilidades designadas para a área da Ciências da Natureza Ensino Fundamental I e II. Como resultado, identificamos que, embora a BNCC utilize argumentos pautados na defesa da igualdade de direitos às diversidades, apenas 1% das habilidades para as Ciências utilizam verbos associados à aprendizagem de valores. Além disso, a presença de habilidades potencialmente muito associadas ao multiculturalismo foi considerada reduzida e, em certos casos, superficial. Essa participação tímida do multiculturalismo na Base é um resultado preocupante, revelando o quão distante estamos de abordamos o pluralismo além de um mero acordo moral.

Palavras-chave


Base Nacional Comum Curricular; Multiculturalismo; Currículo; Ciências da Natureza; Políticas educativas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i1p111-136

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais