CORPO, GÊNERO E SEXUALIDADE NO CURRÍCULO DA NUDEZ: ENTRE DENÚNCIAS E RESISTÊNCIAS

Luíza Cristina Silva Silva, Shirlei Rezende Sales

Resumo


O presente artigo traz parte dos resultados de uma pesquisa que teve por objetivo investigar os modos de atuação do currículo da nudez na produção de relações de sexualidade e gênero na cibercultura. A análise desta pesquisa foi elaborada sob a perspectiva pós-crítica educacional que compreende que o currículo é um artefato cultural que produz modos de existência e é capaz de multiplicar sentidos, saberes e resistências criativas. A análise do currículo da nudez pretende provocar deslocamentos, pois está fundamentada conceitualmente na noção de currículo cultural que não se restringe ao espaço escolar. Desse modo, esse currículo é analisado nas relações produtivas do poder, nos regimes de verdade, na constituição de sujeitos, nas disputas e práticas discursivas. A metodologia utilizada na investigação articulou elementos da netnografia e análise do discurso de inspiração foucaultiana de três grupos secretos na rede social Facebook. Os grupos secretos existiam com intuito principal de trocar, publicar e brincar com autorretratos nus. Foram realizadas também entrevistas online com dez participantes dos grupos, para complementar e aprofundar a produção das informações. O argumento desenvolvido é que no currículo da nudez denunciam-se práticas assimétricas de sexualidade e gênero e, assim, resistem-se a certas normas sociais da política contemporânea e ao regime de corporeidade. 


Palavras-chave


Currículo; Nudez; Resistência; Gênero; Sexualidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2019v17i4p1480-1501

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais