O CURRÍCULO ENTRE O QUE FIZERAM E O QUE QUEREMOS FAZER DE NÓS MESMOS: EFEITOS DAS DISPUTAS ENTRE CONHECIMENTOS E OPINIÕES

Marlucy Alves Paraíso

Resumo


Este artigo traz resultados de uma pesquisa que buscou conhecer como professoras/es da escola básica estão recebendo o ataque sistemático que tem sido feito ao conhecimento, e como lidam com os moralismos difundidos junto à tentativa de controle do conhecimento que se deve ensinar na escola. Trabalhando em uma perspectiva pós-crítica de currículo, o artigo desenvolve dois argumentos: o primeiro é o de que foi possível identificar, entre diferentes professoras/es da escola básica, uma compreensão de que, pelo grau de ignorância que se tornou evidente no Brasil, elas/es precisam ser defensoras/es do conhecimentoacolhedoras/es da diferença. O segundo argumento é o de que as nossas críticas e as críticas das/os professoras/es são importantes, mas é apenas um primeiro passo, na luta pela criação de possíveis. O artigo mostra, então, que tão importante como essa crítica, é aprendermos a nos deixar afetar pelas alegrias ativas das diferenças criadoras em nós e nos outros, a praticar a potência de educar para a liberdade de criar valor, para também criar o nosso próprio destino! 

PALAVRAS-CHAVES: Currículo; Conhecimento; Valor; Diferença; Gênero. 


Palavras-chave


Currículo; Conhecimento; Cultura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2019v17i4p1414-1435

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais