AVALIAÇÃO DO PROGRAMA “UM COMPUTADOR POR ALUNO” (PROUCA): UMA PROPOSTA INOVADORA EM POLÍTICAS PÚBLICAS

Isabel Franchi Cappelletti

Resumo


O presente artigo visa compartilhar as reflexões sobre a proposta de avaliação do Programa “Um computador por aluno” (PROUCA). A autora participou da elaboração da referida proposta como membro do Grupo de Trabalho de Avaliação com mais três especialistas designados pelo MEC/ SEED. Explicita os objetivos, princípios e grupos de trabalho que participaram da elaboração e implementação do PROUCA, situando o processo de avaliação no contexto do Programa. Discute as principais tendências internacionais em avaliação de programas explicitando, discutindo e justificando as que foram incorporadas na proposta de avaliação. Reflete sobre a opção epistemológica feita, analisando seus pressupostos como situados na teoria crítica, vinculando a concepção de avaliação na racionalidade emancipatória. Explicita o desafio de adotar, na complexidade e abrangência do PROUCA, uma concepção de avaliação crítica e transformadora e a necessária coerência na proposição de estratégias, procedimentos e instrumentos. Termina fazendo observações, ainda que iniciais, das possibilidades da proposta de avaliação do PROUCA estar no caminho da inovação em avaliação de políticas públicas na área da educação.

Palavras-chave


PROUCA – Avaliação – Teoria Crítica

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais