NOVAS FORMAS DE ATIVISMO SOCIAL: O QUE HÁ POR TRÁS DAS MOBILIZAÇÕES DE RUA?

SERGIO HADDAD

Resumo


O trabalho procura desvendar a forma e o sentido que tiveram praticas educativas de um dos movimentos que deram origem às manifestações ocorridas no Brasil em 2013: o Movimento Passe Livre de São Paulo MPL-SP. O MPL é identificado no contexto da lutas pelo direito à cidade, tendo como referência central a luta pela tarifa zero nos transportes coletivos. Tomando como referência a Educação Popular, o trabalho foi produzido tendo como referência documentos e entrevistas com três dos seus participantes. O resultado aponta para a preocupação do movimento em fazer do trabalho educativo uma das suas estratégias para arregimentar novos participantes, em particular nas escolas. Mostra também a preocupação com a formação dos seus militantes, sendo esse assistemático e construído a partir da vontade e orientação descentralizada da base do movimento. O estudo mostra que apesar destas praticas educativas terem identidade com as caracteríticas da tradição da Educação Popular, elas se distanciam no sentido do peso que a formação teórica tem para o trabalho político do movimento,

Palavras-chave


Educação Popular. Educação não escolar. Movimento Passe Livre.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais