¬Palavreando: uma proposta de aplicativo educacional móvel de aprendizagem de palavras em Português-Libras para surdos

Jéssica Vasconcelos Dorta

Resumo


Recorte de minha dissertação de mestrado, o presente trabalho, situado no campo da Linguística Aplicada, apoia-se nas teorias do círculo bakhtiniano (BAKHTIN/ VOLÓCHINOV, 2017) para apresentar as principais características do  Palavreando: uma proposta de aplicativo educacional móvel para surdos,  cujo objetivo central  é auxiliar a aprendizagem de palavras em Português-Libras. Para o desenvolvimento da proposta, parti da ideia de que a aprendizagem de palavras realiza-se como um processo discursivo, plurilíngue e multimodal de construção de sentidos. Atualmente, o app é objeto de estudo de uma pesquisa doutoral em andamento e encontra-se em fase de pilotagem. Espera-se que o Palavreando venha a constituir-se como um recurso que possibilite aos surdos resistirem aos sentidos estabilizados, resignificá-los e construí-los segundo seus repertórios e experiências de vida. Para tanto, o aplicativo deve ser compreendido como um objeto que ganha vida no uso pela comunidade e que, portanto, está em constante processo de (re)construção.


Palavras-chave


Ensino/aprendizagem de Português-Libras, Educação linguística de surdos, Aplicativos educacionais móveis

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, M.E.D.A. Etnografia da Prática Escola. Campinas, SP: Papirus, 2003.

BAKHTIN, M. M. A Teoria do Romance I – A estilística. São Paulo: Editora 34, 2017 [1934-1935].

_________. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011 [1979].

BAKHTIN, M. M./Volochínov, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Editora 34, 2017 [1929].

BEZEMER, J.; KRESS, G. Multimodality, learning and communication: a social semiotic frame. London: Routledge, 2016.

BUNZEN, C. Construção de um objeto de investigação complexo: o livro didático de língua portuguesa. Estudos Lingüísticos XXXIV, p. 557-562, 2005. [ 557 / 562 ].

CAVALCANTI, M. C. Um olhar metateórico e metametodológico em pesquisa em linguística aplicada: implicações éticas e políticas. Por uma linguística aplicada indisciplinar. São Paulo: Parábola (2006): 233-51.

CAVALCANTI, M. C. e SILVA, I. (2007). ““Já que ele não fala, podia ao menos escrever...”: O grafocentrismo naturalizado que insiste em normalizar o surdo.” In: CAVALCANTI, M. C. e KLEIMAN, A. B. (Org.). Lingüística Aplicada: Suas Faces e Interfaces, Mercado das Letras, São Paulo.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. Tradução de Raul Fiker. São Paulo: Editora UNESP, 1991. - (Biblioteca básica).

GEE, J. P; HAYES, E. R. Language and learning in the digital age. Routledge, 2011.

GNL. A pedagogy of multiliteracies – Designing social futures. In: COPE, B; KALANTZIS, M. (Eds.) Multiliteracies: Literacy learning and the design of social futures. London/NY: Routledge, 2006[2000/1996].

HUMBOLDT, W. On Language: The Diversity of Human Language-Structure and its Influence on the Mental Development of Mankind. Tradução ed Peter Heath. Cambridge: Cambridge University Press, 1988 [1836].

JEWITT, C.; BEZEMER, J.; O’HALLORAN, K. Introducing Multimodality. London and New York: Routledge, 2016, Paperback 219 p. ISBN: 978-04-15-63926-2.

KEATING, A. Teaching trasnformation: transcultural classroom dialogues. New York: Palgrave MacMillan, 2007.

LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. Pesquisa pedagógica: do projeto à implementação. Porto Alegre: Artmed, 2008.

LINCOLN, Y. S.; GUBA, E. G. Paradigmatic controversies, contradictions, and emerging confluences. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. (Ed.). Handbook of Qualitative Research. 2nd ed. Thousand Oaks: Sage Publications, 2000. p. 163-188.

MOITA LOPES, L. P. Uma Linguística Aplicada mestiça e ideológica: interrogando o campo como linguista aplicado. In: MOITA-LOPES, L. P. (Org.). Por uma Linguística Aplicada Indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

MOURA, M. C. de. O surdo O surdo O surdo O surdo O surdo: caminhos para uma nova identidade. Rio de Janeiro: Revinter, 2000.

PENNYCOOK, A. Uma linguística aplicada transgressiva. IN: MOITA LOPES, L.P. (Org.). Por uma linguística aplicada indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006, p.67-84.

_______________. Posthumanist Applied Linguistics. New York: Routledge, 2017.

RÉE, J. I see a voice I see a voice I see a voice I see a voice I see a voice: deafness, language and the senses: a philosophical history. New York: Metropolitan Books, 1999.

ROCHA, C. H. Línguas estrangeiras na infância, formação cidadã e letramento crítico. In: STURM, L; TOLDO, C. (Org.). Desafios contemporâneos do ensino: língua materna e língua estrangeira. Campinas, SP: Pontes Editores, 2018.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Editora Record, 2000.

SIGNORINI, I.; CAVALCANTI, M. C. Linguística Aplicada e Transdisciplinaridade: Questões e Perspectivas. Campinas: Mercado de Letras, 1998.

STELLA, P. R. Palavra. In: Bakhtin: conceitos-chave. Beth Brait (Org.). São Paulo: Contexto, 2005.

SKLIAR, C. La educación de los sordos La educación de los sordos La educación de los sordos La educación de los sordos La educación de los sordos: una reconstrucción histórica, cognitiva y pedagógica. Mendoza: EDIUNC, 1997.




DOI: https://doi.org/10.23925/2318-7115.2019v40i3a14

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Indexicadores

Apoio

A Revista The Especialist e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Lincença Creative Commons: Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)