NARRATIVAS DIGITAIS E EXPERIÊNCIA: EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS E IMPLICAÇÕES PARA A EDUCAÇÃO EM UMA PERSPECTIVA HUMANISTA

Alessandra Rodrigues

Resumo


As discussões sobre a temática das narrativas digitais têm se expandido, nos últimos anos, em diferentes áreas do conhecimento – desde o Design e a Comunicação até a Educação e a Linguagem. Ainda assim, escassos são os estudos dedicados a uma abordagem conceitual do tema. Nesse contexto, este artigo resulta de uma revisão narrativa de literatura e apresenta um estudo teórico-conceitual acerca das narrativas digitais em diálogo com o conceito de experiência em Heidegger (2003) e Larrosa (2002; 2004; 2011a; 2011b). Desde essas perspectivas, em interlocução com a área da Educação e com autores que defendem que ela seja humanista e emancipatória, o texto explora os dois conceitos (narrativas digitais e experiência). A partir daí, o estudo busca indicar caminhos possíveis para integração dessas narrativas à prática docente e aos currículos em diferentes contextos formativos para uma educação mediada pelas tecnologias que contribua para que o humanismo se mantenha como o fundamento de nossas relações também no contexto da cultura digital. 


Palavras-chave


Narrativas digitais; Experiência; Tecnologia Educacional; Humanismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Narrativas digitais. In: MILL, Daniel (Org.). Dicionário Crítico de educação e tecnologias e de educação a distância. Campinas/SP: Papirus, 2018. p. 475-479.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de; VALENTE, José Armando. Integração currículo e tecnologias e a produção de narrativas digitais. Currículo sem fronteiras, v. 12, n. 3, p. 57-82, set/dez. 2012. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol12iss3articles/almeida-valente.pdf. Acesso em: 27 mar. 2020.

ASSMANN, Hugo. A metamorfose do aprender na sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 2, p. 7-15, maio/ago. 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v29n2/a02v29n2. Acesso em: 12 mar. 2020.

BAUMAN, Zigmunt. A sociedade individualizada: vidas contadas e histórias vividas. Trad. José Gradel. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BIANCHETTI, Lucídio; THIESEN, Juares da Silva. O lugar das utopias e distopias no debate social e pedagógico na atualidade. In: BIANCHETTI, Lucídio; THIESEN, Juares da Silva. (Orgs.). Utopias e distopias na modernidade: educadores em diálogo com T. Morus, F. Bacon, J. Bentham, A. Huxley e G. Orwell. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, 2014. p. 21-42.

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas I – Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre a literatura e história da cultura. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1996.

BRUNER, Jerome. A Construção Narrativa da Realidade. Trad. Waldemar Ferreira Netto. Critical Inquiry, vol. 18, n. 1, p. 1-21, 1991. Disponível em: https://www.academia.edu/4598706/BRUNER_Jerome._A_constru%C3%A7%C3%A3o_narrativa_da_realidade. Acesso em: 28 nov. 2019.

BRUNER, Jerome. Atos de significação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

BRUNER, Jerome. A cultura da educação. Porto Alegre: Artmed, 2001.

CARVALHO, Gracinda Souza de. As Histórias Digitais: Narrativas no Século XXI. O Software Movie Maker como Recurso Procedimental para a Construção de Narrações. Orientadora: Vera Lucia Marinelli. 2008. 197 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo. 2008. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-27082010-104511/publico/Gracinda_Souza_de_Carvalho.pdf. Acesso em: 30 nov. 2019.

CHARTIER, Roger. A aventura do livro: do leitor ao navegador. São Paulo: UNESP, 1999.

CLARKE, Robert; ADAM, Andrea. Digital Storytelling in Australia: Academic Perspectives and Reflections. Arts and Humanities in Higher Education, v. 11, n. 1-2, p. 157-176, feb./apr. 2012. Disponível em: eric.ed.gov/?id=EJ955497. Acesso em: 12 fev. 2020.

COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CUNHA, Maria Isabel. Conta-me agora! As narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Revista da Faculdade de Educação, v. 23, n. 1/2, p. 185-195, jan./dez. 1997. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rfe/article/view/59596/62695. Acesso em: 30 mar. 2020.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Mídia, máquinas de imagens e práticas pedagógicas. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 35, p. 290-299, maio/ago. 2007. Disponível em: link. https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n35/a09v1235.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia dos sonhos possíveis. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2014.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1982.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 34. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GOODSON, Ivor. Currículo, narrativa e futuro social. Revista Brasileira de Educação, v. 12, p. 241-252, mai/ago. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n35/a05v1235.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

HEIDEGGER, Martin. A caminho da linguagem. Trad. Márcia Sá Cavalcante Schuback. Petrópolis/RJ: Vozes, 2013.

JONASSEN, David. Computadores, ferramentas cognitivas: desenvolver o pensamento crítico nas escolas. Porto: Editora Porto, 2007.

KEARNEY, Richard. Narrativa. Educação & Realidade, v. 37, n. 2, p. 409-438, maio/ago. 2012. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=317227324006. Acesso em: 26 mar. 2020.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, jan./abr. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782002000100003&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 20 mar. 2020.

LARROSA, Jorge. Notas sobre narrativa e identidade (a modo de presentación). In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto (Org.). A aventura (auto)biográfica: teoria e empiria. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 11-22.

LARROSA, Jorge. Tecnologias do Eu e Educação. In: SILVA, Tomás Tadeu da (Org.). O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópolis/RJ: Vozes, 2011a. p. 35-86.

LARROSA, Jorge. Experiência e alteridade em Educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 19, n. 2, p. 04-27, jul.dez. 2011b. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/download/2444/1898. Acesso em: 04 fev. 2020.

LIMA JUNIOR, Arnaud Soares de. Tecnologias inteligentes e educação: currículo hipertextual. Rio de Janeiro: Quarter; Juazeiro/BA: FUNDESF, 2005.

MACEDO, Roberto Sidinei. Currículo no século XXI. In: IV SEMINÁRIO WEB CURRÍCULO/XII ENCONTRO DE PESQUISADORES EM CURRÍCULO, 2015, São Paulo.

MACHADO, Ana Maria Netto. Presença e implicações da noção de escrita na obra de Jacques Lacan. 2. ed. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, 2000.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais emergente no contexto da tecnologia digital. In: MARCUSCHI, Luiz Antônio; XAVIER, Antônio Carlos (Orgs.). Hipertexto e gêneros textuais: novas formas de construção de sentido. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010. p. 15-80.

MARTINO, Luís Mauro de Sá. Teoria das Mídias Digitais: linguagens, ambientes, redes. 2. ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 2015.

MOLINA, Roseane Kreusburg. Experiência. In: STREK, Danilo R. Streck; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 186-187.

MURRAY, Janet H. Hamlet no holodeck: o futuro da narrativa no ciberespaço. Trad. Elissa Khoury Daher. São Paulo: Itaú Cultural/UNESP, 2003.

NAZAR, Teresa. O escrito da escrita. In: MARIANI, Bethania (Org.). A escrita e os escritos: reflexões em análise do discurso e psicanálise. São Carlos: Claraluz, 2006. p. 159-174.

PASSEGGI, Maria da Conceição. A experiência em formação. Educação, v. 34, n. 2, p. 147-156, maio-ago. 2011. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=84819058004. Acesso em: 26 mar. 2020.

PAUL, Nora. Elementos das narrativas digitais. In: FERRARI, Pollyana (Org.) Hipertexto, hipermídia: as novas ferramentas da comunicação digital. São Paulo: Contexto, 2007. p. 121-140.

RICOEUR, Paul. Tempo e Narrativa (Tomo I). Trad. Constança M. Cesar. Campinas/SP: Papirus, 1994.

RICOEUR, Paul. Percurso do Reconhecimento. São Paulo: Loyola, 2006.

ROBIN, Bernard. R. Digital Storytelling: a powerful technology toll for the 21st century classroom. Theory Into Pratice, n. 47, p. 220-228, 2008. Disponível em: eric.ed.gov/?id=EJ799668. Acesso em: 20 jul. 2019.

RODRIGUES, Alessandra. Escrita e autoria: entre histórias, memórias e descobertas. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2011.

RODRIGUES, Alessandra. Efeito bumerangue: considerações acerca das condições de construção de autoria. In: Machado, Ana Maria Netto (Org.). Toc, toc, toc, eu quero entrar!: conhecimento e reconhecimento de egressos do stricto sensu e transformação social Florianópolis: DIOESC, 2012. p. 65-80.

RODRIGUES, Alessandra. Narrativas digitais, autoria e currículo na formação de professores mediada pelas tecnologias: uma narrativa-tese. Orientadora: Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida. 2017. 274 f. Tese (Doutorado em Educação: Currículo) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20196. Acesso em: 30 mar. 2020

RODRIGUES, Alessandra. Mídias, efeitos de sentido e práticas de leitura e escrita: o que nos contam as narrativas digitais? Leitura: Teoria & Prática, v. 37, n. 75, p. 101-113, 2019a. Disponível em: https://ltp.emnuvens.com.br/ltp/article/view/750. Acesso em: 30 mar. 2020.

RODRIGUES, Alessandra. A autoria e a narrativa digital na formação de professores de Ciências mediada pelas tecnologias: entrelaçando possibilidades pela escritura de si. Revista Educação e Cultura Contemporânea, v. 16, v. 43, p. 276-304, 2019b. Disponível em: http://revistaadmmade.estacio.br/index.php/reeduc/article/viewArticle/5423. Acesso em: 30 mar. 2020.

RODRIGUES, Alessandra; GONÇALVES, Lina Maria. Narrativas digitais na formação de professores: da memória, do registro e do discurso emergem posturas e experiências. Revista Contexto & Educação, ano 29, n.94, p. 212-237, set./dez. 2014. Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/3979/467. Acesso em: 19 dez. 2019.

ROTHER, Edna Terezinha. Editorial. Acta Paulista Enfermagem, v. 20, n. 2, vi, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v20n2/a01v20n2.pdf. Acesso em: 27 mar. 2020.

SANTAELLA, Lúcia. Linguagens líquidas na era da modernidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. São Paulo: Boitempo, 2007.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2010a.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia de saberes. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula (Orgs.). Epistemologias do Sul. São Paulo, Cortez, 2010b. p. 31-83.

SKLIAR, Carlos. Escrevendo e lendo sobre a identidade, a diferença e a solidão. Leitura: Teoria & Prática, v. 34, n. 66, p. 13-29, 2016. Disponível em: https://ltp.emnuvens.com.br/ltp/article/view/444. Acesso em: 10 jun. 2020.

VALENTE, José Armando. A espiral da espiral de aprendizagem: o processo de compreensão do papel das tecnologias de informação e comunicação na educação. 2005. 238 f. Tese (Livre Docência) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas/SP, 2005. Disponível em: www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?view=000857072. Acesso em: 16 abr. 2020.

VIEIRA PINTO, Álvaro. O conceito de tecnologia. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.

XU, Yan; PARK, Hyungsung; BAEK, Youngkyun. A New Approach Toward Digital Storytelling: An Activity Focused on Writing Self Efficacy in Virtual Learning Environment. Educational Technology & Society, v. 14, n. 4, p. 181-191, 2011. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/220374689_A_New_Approach_Toward_Digital_Storytelling_An_Activity_Focused_on_Writing_Self-efficacy_in_a_Virtual_Learning_Environment. Acesso em: 17 mar. 2020.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i2p692-714

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais