Autonomia: Requisito na Formação do Professor de Línguas para Fins Específicos

Niura Maria Fontana

Resumo


A autonomia, vista como competência sociocognitiva de pensar e agir por recursos próprios, é um requisito indispensável na formação do professor de línguas para fins específicos, dadas as características peculiares da abordagem. A construção da autonomia compreende vários fatores inter-relacionados: conscientização, reflexão crítica, apropriação de conhecimentos teóricos e metodológicos, tomada de decisão e autogerenciamento dos saberes pressupostos na competência de ensinar línguas para fins específicos. Nesse contexto, a apropriação e construção de conhecimentos surgem como fatores que repercutem fortemente na construção do professor autônomo, capaz de criar e implementar cursos e disciplinas para fins específicos.

Palavras-chave


autonomia; formação docente; fatores da autonomia; construção da autonomia

Texto completo:

PDF


Indexicadores

Apoio

A Revista The Especialist e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Lincença Creative Commons: Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)