A ARTICULAÇÃO ENTRE PAULO FREIRE E HERBERT MARCUSE: EDUCAÇÃO SEXUAL EMANCIPATÓRIA EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE SOROCABA-SP

Gabriel Ribeiro Demartini, Antonio Fernando Gouvêa da Silva

Resumo


A articulação da concepção educacional de Freire com a visão de sexualidade emancipatória de Marcuse foi concebida como subsídio para a construção curricular libertadora na tentativa de superar limites observados na prática convencional da Educação Sexual no ensino de Ciências. Para tanto, foi realizada uma investigação temática em uma escola estadual de Sorocaba-SP para obter um tema gerador capaz de nortear a construção de uma programação curricular. Recorreu-se a análises documentais, observações de campo e entrevistas semiestruturadas para a coleta de dados. A partir das concepções da comunidade caracterizou-se como tema gerador Gravidez na adolescência não é problema aqui não...”. A articulação entre Freire e Marcuse possibilitou o vislumbre de uma programação com perspectiva emancipatória, em que educadores e educandos se encontram para, dialogicamente, transformar sua realidade numa relação praxiologicamente coerente com um projeto pedagógico humanizador. A proposta se mostrou com potencialidade para a superação dos limites identificados no currículo de Educação Sexual implementada em redes públicas de ensino.


Palavras-chave


Paulo Freire; investigação temática; educação sexual

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais