LICENCIATURA EM ESTUDOS AFRICANOS E AFRO-BRASILEIROS: FORMAÇÃO DE PROFESSORES/AS EM DIREÇÃO À CONSTRUÇÃO DA JUSTIÇA CURRICULAR

Kátia Evangelista Regis, Cidinalva Silva Camara Neris

Resumo


No Brasil, a Lei nº 10.639/2003 tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira. Entretanto, são muitos os desafios para que a temática seja abordada com a seriedade, a rigorosidade e a complexidade necessárias, particularmente, na formação de professores/as nas Instituições de Ensino Superior, o que requer mudanças estruturais nos currículos dos cursos de pedagogia e das licenciaturas. Neste contexto, este artigo apresenta resultados do subprojeto de pesquisa “Formação de professores/as para o Ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira em uma perspectiva intercultural emancipatória”, que integra a pesquisa “A justiça curricular no século XXI, as políticas e os sujeitos do currículo”.  Buscou-se analisar como as ações realizadas em Trabalho de Campo em Cabo Verde pelo Curso de Licenciatura em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros da Universidade Federal do Maranhão contribui com a apreensão da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira em direção à construção da justiça curricular.


Palavras-chave


Formação de professores/as; currículo; ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2019v17i3p990-1014

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais