Formulação de problemas de comparação multiplicativa: uma proposta para o ensino de multiplicação e divisão no campo conceitual multiplicativo
Problem-posing of a multiplicative comparison: a proposal for the teaching of multiplication and division in the multiplicative conceptual field

Renan Oliveira Altoé, Rony Cláudio de Oliveira Freitas

Resumo


Este artigo apresenta uma proposta de Formulação de Problemas, intitulada “...Vezes mais...Vezes menos...”, que pode contribuir nos estudos de multiplicação e divisão, em Comparação Multiplicativa, do Campo Conceitual Multiplicativo. Trata-se de um recorte que envolve as análises relativas à proposta, sua construção e validação em uma pesquisa de Mestrado em Educação em Ciências e Matemática. A pesquisa seguiu pressupostos metodológicos da Engenharia Didática, se caracterizando como experimental, numa abordagem qualitativa. As análises apontaram que a proposta possibilitou a formulação de problemas de comparação multiplicativa, cujas produções, carregadas de motivações e interesses dos alunos, poderiam ser utilizadas, pelo professor, nas aulas de matemática, entusiasmando-os na resolução de problemas.


Palavras-chave


Formulação de problemas, Comparação multiplicativa, Engenharia didática, Ensino.

Texto completo:

PDF

Referências


ARTIGUE, M. Ingénierie didactique. In: BRUN, J. (Org). Didactique des Mathématiques. Lauseanne-Paris: Delachaux, 1996).

ALMOULOUD, S. A.; COUTINHO, C. D. Q. E. S. Engenharia Didática: características e seus usos em trabalhos apresentados no GT-19/ANPEd. REVEMAT: Revista Eletrônica de Educação Matemática, Florianópolis/SC, 2008, v. 3, p. 62-77.

ALMOULOUD, S. A.; SILVA, M. J. F. da. Engenharia didática: evolução e diversidade. REVEMAT: Revista Eletrônica de Educação Matemática, Florianópolis/SC, 2012, v. 7, n. 2, p. 22-52.

ALTOÉ, R. O; FREITAS, R. C. de O. Formulação de problemas: multiplicação e divisão. Vitória: Ifes, 2017. 22 p.

ALTOÉ, R. O. Formulação de problemas do campo conceitual multiplicativo no ensino fundamental: uma prática inserida na metodologia de resolução de problemas. 2017. 227 f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática), Instituto Federal do Espírito Santo, Vitória, 2017.

BOAVIDA, A. M. R. et al. A Experiência Matemática no Ensino Básico. Programa de Formação Contínua em Matemática para Professores dos 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico. Lisboa, 2008.

CHICA, C. H. Por que formular problemas? In: SMOLE, K. S.; DINIZ, M. I. (Org.). Ler, escrever e resolver problemas: habilidades básicas para aprender matemática. 1. ed. reimp. São Paulo: Artmed, 2001, p. 87-97.

DANTE, L. R. Formulação e resolução de problemas de matemática: teoria e prática. 1. ed. São Paulo: Ática, 2009.

D’AMORE, B. Il problema di matematica nella pratica didattica. 1. ed. Modena: Digital Docet, 2014.

DINIZ, M. I. Resolução de Problemas e Comunicação. In: SMOLE, K. S.; DINIZ, M. I. (Org.) Ler, escrever e resolver problemas: habilidades básicas para aprender matemática. 1. ed. reimp. São Paulo: Artmed, 2001, p. 87-97.

MOREIRA, M. A. Teorias de aprendizagem. 2. ed. ampl. – [Reimpr]. São Paulo: E.P.U, 2015.

NCTM. An Agenda for Action: Recommendations for School Mathematics in the 1980’s. Reston, VA: National Council of Teachers of Mathematics, 1980.

NCTM. Professional Standards: for School Mathematics. Reston, VA: National Council of Teachers of Mathematics, 1991.

PAIS, L. C. Didática da matemática: uma análise da influência francesa. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

SILVER, E. A. On mathematical problem posing. For the Learning of Mathematical. vol. 14, n. 1, 1994, p. 19-28.

VERGNAUD, G. A criança, a matemática e a realidade: problemas do ensino de matemática na escola elementar. Tradução: Maria Lucia Faria Moro. ed. rev. Curitiba: Ed. da UFPR, 2014. 322p.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2018v21i2p105-129

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA