Situações-problema elaborada por professores dos anos iniciais
Situations problem in developed by teachers in the early years

Jaqueline Santana de Souza Santos, Vera Lucia Merlini

Resumo


O presente artigo tem por objetivo comparar as situações-problema de combinatória, elaboradas pelos professores dos anos iniciais antes e depois de uma formação continuada. Essa formação esteve alicerçada no Campo Conceitual Multiplicativo de Vergnaud, concomitantemente às ideias do profissional reflexivo apresentadas por Schön. A pesquisa possui uma abordagem metodológica qualitativa. A metodologia da formação é a espiral REPARE de Magina, atrelada à formação com dimensões colaborativas. No que se refere à análise dos dados é possível perceber que, mesmo após a formação continuada, há uma quantidade restrita de situações-problema, contudo na segunda elaboração os professores contemplaram as duas possíveis situações-problema de combinatória, qual seja a de parte-todo e a de parte-parte.


This article aims to compare the combinatorial problem situations, developed by teachers in the early years before and after training teachers. This continuing training was founded on the of Conceptual Field Multiplicative Vergnaud, concomitantly to the reflective profissional ideas presented by Schön. The research has a qualitative approach. The methodology of training is REPARE spiral Magina, linked to training with collaborative dimensions. As regards the analysis of the data we can see that even after continuing training, there is a restricted amount of problem situations, but in the second preparation teachers encompassed the two possible types of combinatorial problem situations, which is the part-whole and part-part.


Palavras-chave


Campo Conceitual Multiplicativo; Dimensões Colaborativas; Professor Reflexivo; Classe Combinatória.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL, Ministério da Educação. PDE: Plano de Desenvolvimento da Educação: Prova Brasil: ensino fundamental: matrizes de referência, tópicos e descritores. Brasília: MEC, SEB; Inep, 2008.

BRASIL. Relatório SAEB – Matemática. Sistema de Avaliação do Ensino Básico. Brasília: INEP, MEC. 2011.

BOAVIDA, Ana Maria; PONTE, João Pedro da. Investigação colaborativa: Potencialidades e problemas. In: GTI (org), Refletir e investigar sobre a prática profissional (pp. 43-55). Lisboa: APM, 2002. Disponível em: . Acesso em: 05 de mai. 2016.

IBIAPINA, Ivana Maria Lopes de Melo. Pesquisa colaborativa: investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília: Líder Livro Editora, 2008.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MAGINA, Sandra; MERLINI, Vera Lucia; SANTOS, Aparecido dos. A estrutura multiplicativa à luz da teoria dos campos conceituais: uma visão com foco na aprendizagem. In: FILHO, José Aires de Castro; BARRETO, Marcília Chagas; BARGUIL, Paulo Meireles; MAIA, Dennys Leite; PINHEIRO, Joserlene Lima (Orgs.). Matemática, Cultura e Tecnologia: perspectivas internacionais. Curitiba: EDITORA CRV, 2016.

MERLINI, Vera Lúcia; MAGINA, Sandra Maria Pinto; SANTOS, Aparecido dos. O desempenho dos estudantes de 4ª série do Ensino Fundamental frente a problemas de estrutura multiplicativa. In: X ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, CULTURA E DIVERSIDADE, X ENEM. Salvador – Ba, 2010.

MERLINI, Vera Lúcia. As potencialidades de um processo formativo para a reflexão na e sobre a prática de uma professora das séries iniciais: um estudo de caso. Doutorado em Educação Matemática – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2012.

NACARATO, Adair Mendes; et al. Professores e futuros professores compartilhando aprendizagens: dimensões colaborativas em processos de formação. In: NACARATO, Adair Mendes; PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. A formação do professor que ensina Matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

PLACHA, Kelly Cristine; MORO, Maria Lucia Faria. Problemas de produto cartesiano, raciocínio combinatório e intervenção do professor. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v.25, n. 1, p. 07-17, 2009.

SANTOS, Aparecido dos. Processos de formação colaborativa com foco no campo conceitual multiplicativo: um caminho possível com professores polivalentes. Doutorado em Educação Matemática. Pontifícia Universidade católica de São Paulo. São Paulo: 2012.

SILVA, Silvana Holanda da; BARRETO, Marcília Chagas. Aspectos conceituais consideradas por professoras quando da proposição de problemas do campo conceitual multiplicativo. In: MARTINS, Ernani; LAUTERT, Síntria (Orgs.). Diálogos sobre o ensino, aprendizagem e aformação de professores: contribuições da Psicologia da Educação Matemática. Rio de Janeiro: Editora Autografia, 2016.

SCHÖN, Donald. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, António (coord.). Os professores e a sua formação. Tradução: Graça Cunha, Cândida Hespanha, Conceição Afonso, José António Souza Tavares. Lisboa: Publicações com Dom Quixote, Instituto de Inovação Educacional, 1992.

______. Educando o Profissional Reflexivo: um novo design para o ensino e aprendizagem. Trad. Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

VERGNAUD, Gérard. Multiplicative structures. In: HIEBERT, H.; BEHR, M. (Ed.). Research agenda in mathematics education: number concepts and operations in middle grades. Tradução Sandra Magina. Hillsdale: Lawrence Erlbaum, 1988. p.141-161.

______. La Théorie des Champs Conceptuls. Recherches em Didactique des Mathématiques, Grenoble, 1990.

______. A Teoria dos Campos Conceituais. In: BRUN, Jean(Org.). Didáctica das Matemáticas. Lisboa: Instituto Piaget, 1996.

______. O que é aprender?. In: BITTAR, Marilena; MUNIZ, Cristiano Alberto (Orgs.). A Aprendizagem matemática na perspectiva da teoria dos campos conceituais. Curitiba: Editora CRV, 2009.

______. A criança, a matemática e a realidade: problemas do ensino da matemática na escola elementar. Tradução Maria Lucia Faria Moro. ed.rev. Curitiba: Ed. Da UFPR, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.23925/1983-3156.2018v20i1p21-40

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM