Atitudes dos alunos face ao GeoGebra – Construção e validação de um inventário

José Manuel Dos Santos Dos Santos, Maria João Peres

Resumo


Tendo em vista a construção autónoma de conhecimento matemático, é cada vez mais frequente o uso de aplicações de matemática dinâmica na sala de aula. Apesar do entusiasmo e adesão iniciais pela utilização de novas tecnologias, estudos anteriores (Santos e Fontaine, 2002) sugerem que, quanto mais profundo o uso da tecnologia, tanto mais esse ânimo tenderá a desaparecer, podendo mesmo assumir características inibidoras. Para aprofundar esta questão, o Instituto GeoGebra – Portugal entendeu desenvolver um inventário de atitudes dos alunos face ao GeoGebra. Este artigo apresenta o seu processo de construção e validação junto de 252 alunos. O inventário revelou-se fiável (α=0,908) e válido, com base numa análise fatorial com rotação Varimax, mas suscita reflexão sobre o número de fatores a reter (três ou quatro).

Palavras-chave


GeoGebra; atitudes, alunos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista do Instituto Geogebra Internacional de São Paulo está indexada nas seguintes bases:

             

 

        

   

Revista do Instituto GeoGebra internacional de São Paulo (IGISP) E- ISSN 2237-9657  (versão eletrônica)

Qualis/Capes: Qualis A3 na avaliação de Qualis/Capes (2017/2018)

Licença que permite que outros compartilhem o trabalho com um reconhecimento da autoria do mesmo e publicação inicial nessa revista GeoGebra.

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.