A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA NOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA: POTENCIALIDADES E DESAFIOS NA VISÃO DE GESTORES

Priscila Verdum, Marília Morosini, Lúcia Giraffa

Resumo


Este artigo visa discutir potencialidades e desafios na formação inicial de professores para a Educação Básica, no âmbito dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs), a partir de uma pesquisa de natureza qualitativa, do tipo Estudo de Caso, realizada com gestores (pró-reitores, diretores de ensino e coordenadores de curso) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). A coleta de dados envolveu entrevista do tipo compreensiva e a interpretação deu-se com base na metodologia qualitativa da Análise Textual Discursiva (MORAES; GALIAZZI, 2007). Emergiram como potencialidades: a verticalização do ensino, aliada às diferentes esferas de aprendizagem; pesquisa e extensão; e a ação prática como geradora de conhecimento. Dentre os desafios, destacaram-se: a necessidade de uma identidade para as licenciaturas nos IFs, de diagnósticos sobre a situação dessas na instituição e a valorização da carreira docente. Os resultados revelaram que é preciso criar espaços de formação e reflexão para os professores formadores e desenvolver diagnósticos sobre os cursos de licenciatura no contexto dessas instituições.


Palavras-chave


Educação Superior. Contextos Emergentes. Institutos Federais. Licenciaturas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.23925/1809-3876.2017v15i1p177-199

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

  • Nacionais

CNEN LivRe        Periódicos CAPES        Educ@        IBICT

  •  Internacionais

Latindex        Dialnet      DOAJ      Google Acadêmico       REDALyC

SJLibrary.org            UNC University Libraries             WorldCat