EDUCAÇÃO E CULTURA POPULAR: UM ESTADO DA ARTE DE 1999 A 2006

Pedro Benjamim Garcia, Hamilton Farias

Resumo


Este artigo analisa um conjunto de teses e dissertações defendidas entre os anos de 1999 e 2006, sobre a temática Educação e Cultura Popular. Oito delas se situavam na área da arte, sendo quatro em teatro, duas em música, uma em cerâmica e outra em fotografia; cinco na área de folclore (arte popular, brincadeiras, rituais, festa); duas ligadas ao patrimônio histórico (educação patrimonial); uma sobre saber profundo. Ponto negativo dos trabalhos analisados: é a dificuldade de operar com conceitos enquanto ferramenta analítica, sendo que nem sempre a metodologia é explicitada. Questão presente nos textos: é a conscientização que, embora tenha perdido o viés iluminista do intelectual que abre os caminhos, que aponta o rumo correto, a palavra ainda ressoa em vários dos trabalhos analisados. Constatamos o fenômeno da hibridização cultural que, conforme Canclini, faz uma ponte entre a cultura popular e a cultura erudita.

Palavras-chave


Cultura Popular; Arte Popular; Folclore.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais