PROSELITISMO PEDAGÓGICO E CONVERSÃO IDEOLÓGICA NA REFORMA DO ENSINO MÉDIO

Álamo Pimentel

Resumo


A imposição de um modelo educacional por meio da Reforma do Ensino Médio acirrou disputas políticas e produziu um debate marcadamente ideológico sobre a educação. Por meio de filmes publicitários o governo procurou responder críticas e instruir a população brasileira sobre aspectos do discurso oficial presentes na proposta reformista. Através da análise de discurso inscrita em uma abordagem pós-colonial este artigo busca destacar as marcas neoliberais e neocoloniais presentes na propaganda da reforma. A ideologia aqui é concebida como potência discursiva geradora de modos de subjetivação e operadora de relações de saber/poder no âmbito das políticas culturais e educacionais.


Palavras-chave


Mídia; Ideologia; Ensino Médio; Educação; Cultura.

Texto completo:

PDF

Referências


APPADURAI, Arjun. Aprés Le Colonialisme: les conséquences culturelles de La globalisation. Paris: Éditions Payot ET Rivages, 2005.

APPLE, Michael W. Política Cultural e Educação. São Paulo: Cortez Editora, 2000.

ASSOCIAÇÃO Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, ASSOCIAÇÃO Brasileira de Currículo. Exposição de Motivos sobre a Base Nacional Comum Curricular. Brasília (DF): ANPED, ABC 2015. Disponível em: http://www.anped.org.br/sites/default/files/resources/Of_cio_01_2015_CNE_BNCC.pdf. Acesso em: 12 jan. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Com o Novo Ensino Médio, Você tem mais liberdade de escolha. Ministério da Educação. Disponível em: https://www.youtube.com/user/ministeriodaeducacao/search. Acesso em: 12 jan. 2017.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

BAKHTIN, Mikhail (VOLOCHINOV). Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: HUCITEC, 2009.

BHABHA, Homi K. O Local da Cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.

DEPARTAMENTO Intersindical de Assessoria Parlamentar. Radiografia do Novo Congresso: legislatura 2015-2019. Brasília (DF): DIAP, 2014.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. O Mito na Sala de Jantar. Porto Alegre: Movimento, 1993.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Mídia e Produção de Sentidos: a adolescência em discurso. In: SILVA, Luiz Heron (org.). A Escola Cidadã no Contexto da Globalização. Petrópolis (RJ): VOZES, 1998. p. 424-439.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. O dispositivo pedagógico da mídia: modos de educar na (e pela) tv. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 28, n. 1, p. 151-162, jan./jun. 2002. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/ep/article/view/27882. Acesso em: 12 jan. 2017.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Mídia, Máquinas de Imagens e Práticas Pedagógicas. Revista Brasileira de Educação, v.12, n.35, p. x-x, mai./ago. 2007.

FOUCAULT, Michel. As Palavras e as Coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso. São Paulo: Edições Loyola, 2000.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. São Paulo: Edições Graal, 2009.

FRAGA, Alex Branco. Corpo, Identidade e Bom-mocismo: cotidiano de uma adolescência bem comportada. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

INSTITUTO Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar da Educação Básica 2013: resumo técnico. Brasília (DF): INEP, 2014.

LOPES, José Manuel Martins. Ratio Studiorum, um modelo pedagógico. In: COMPANHIA DE JESUS. Ratio Studiorum da Companhia de Jesus (1599): regime escolar e curriculum de estudos. Braga (PT): Editora Iperitura-Alcalá, 2008. p. 43-67.

LÖWI, Michael. Da Tragédia à Farsa: o golpe de 2016 no Brasil. In: JINKINGS, Ivana; DORIA, Kim; CLETO, Murilo (orgs.). Por que gritamos golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016. p. 61-68.

MCLAREN, Peter. Rituais na Escola: em direção a uma economia política de símbolos e gestos na educação. Petrópolis: Vozes, 1992.

MCLAREN, Peter. Multiculturalismo Crítico. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire, 2000.

NARCIZO, Bruna. A Lição de Ana Julia. VEJA, São Paulo, Editora Abril, 2502, n. 44, p. 78-79.

PRAZERES, Leandro. Em meio a ocupações, MEC gasta R$ 1,8 mi, em campanha por MP do Ensino Médio. UOL Educação. Brasília (DF): 2016. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/noticias/2016/11/24/em-meio-a-ocupacoes-mec-gasta-r-18-mi-em-campanha-por-mp-do-ensino-medio.htm. Acesso em: 12 jan. 2017.

PRIMI, Lilian. Ataque ao Pensamento. Caros Amigos, São Paulo, Editora Caros Amigos, Ano XIX, n. 236, p. 24- 28, novembro de 2016.

RITO, Cecília. Bye-bye, Velha Escola. VEJA, São Paulo, Editora Abril, 2502, n. 44, p.82-85.

Texto em Periódico Eletrônico. Disponível em: https://veja.abril.com.br/edicoes-veja/2502/ Acesso em: 24 set. 2019.

SEMER, Marcelo. Ruptura institucional e desconstrução do modelo democrático: o papel do judiciário. In: JINKINGS, Ivana; DORIA, Kim; CLETO, Murilo (orgs.). Por que gritamos golpe? Para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016. p. 107-114.

SENNET, Richard. Juntos: os rituais, os prazeres e a política de cooperações. São Paulo: Record, 2012.

SENNET, Richard. O Declínio do Homem Público: as tiranias da intimidade. São Paulo: Record, 2014.

UNIÃO Brasileira dos Estudantes Secundaristas. Mais de 30 dias de ocupação: estudantes contam porque ocupar é resistir. São Paulo, (SP): UBES, 2016. Disponível em: https://ubes.org.br/2016/mais-de-30-dias-de-ocupacao-estudantes-contam-por-que-ocupar-e-resistir/. Acesso em: 12 jan. 2017.

VENTURA, Manoel. Resultados do PISA são uma “tragédia”, diz ministro da Educação: para Mendoça Filho as políticas públicas dos últimos anos fracassaram. O GLOBO/SOCIEDADE/EDUCAÇÃO. Rio de Janeiro (RJ): 2016. Disponível em: http://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/resultados-do-pisa-sao-uma-tragedia-diz-ministro-da-educacao-20598718. Acesso em: 12 jan. 2017.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2019v17i3p1288-1311

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais