POR UMA EDUCAÇÃO EQUITATIVA E EMANCIPATÓRIA: RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS (REA) COMO DISPOSITIVOS DE AUTORIA E DEMOCRATIZAÇÃO CURRICULAR

Juliana Sales Jacques, Elena Maria Mallmann, Mara Denize Mazzardo

Resumo


Recursos Educacionais Abertos são dispositivos de autoria e democratização curricular. A questão central é se potencializam construção teórico-prática visando comprometimento político-pedagógico para democratização do conhecimento, desenvolvimento profissional e fortalecimento da diversidade no planejamento-implementação-avaliação curricular. À luz dos postulados teórico-metodológicos da pesquisa-ação, analisamos a formação continuada de professores da Educação Básica da rede pública do Rio Grande do Sul, materializada no Small Open Online Course “REA: educação para o futuro”.  Inferimos que o curso flexibiliza a formação porque coloca em interação professores de várias regiões, contextos escolares e áreas do conhecimento. Portanto, fomenta autoria e compartilhamento aberto de produções didáticas a fim de que possam ser recontextualizadas abrindo caminhos para educação equitativa e emancipatória.


Palavras-chave


Formação de professores; Recursos Educacionais Abertos; Democratização curricular; Autoria

Texto completo:

PDF

Referências


APPLE, Michael W. Ideologia e currículo. São Paulo: Artmed, 2006.

APPLE, Michael W. A luta pela democracia na educação crítica. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 15, n. 4, p. 894-926 out./dez. 2017. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/35530. Acesso em: 02 jun. 2019.

BALL, Stephen. J.; MAGUIRE Meg; BRAUN, A. Como as escolas fazem as políticas: atuação em escolas secundárias. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2016.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Publicada Diário Oficial da União, DF, ano CXXXIV, n. 248, p. 27.833-27.841. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 3 jun. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação - Lei 13.005 de 25.06.2014. 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm. Acesso em: 18 jun. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução nº 1, de 11 de março de 2016. Estabelece Diretrizes e Normas Nacionais para a Oferta de Programas e Cursos de Educação Superior na Modalidade a Distância. 2016. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/21393466/do1-2016-03-14-resolucao-n-1-de-11-de-marco-de-2016-21393306. Acesso em: 18 jun. 2019.

CANAN, Sílvia R. Influência dos organismos internacionais nas políticas educacionais: só há intervenção quando há consentimento? Campinas: Mercado das Letras, 2016.

CHEVALLARD, Yves. La transposición didáctica: del saber sabio al saber enseñado. Buenos Aires: Aique Grupo Editor, 1991.

CORTESÃO, Luiza. Da necessidade da vigilância crítica em educação à importância da prática de investigação-ação. Revista de Educação, v. 7, n. 1, 1998.

FELDMANN, Allan.; CAPOBIANCO, Brenda. Action research in science education, 2000. Disponível em: https://www.govinfo.gov/content/pkg/ERIC-ED463944/pdf/ERIC-ED463944.pdf. Acesso em: 27 jun. 2019.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 52. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

HILTON, John L. III et al. The Four R’s of Openness and ALMS Analysis: Frameworks for Open Educational Resources. All Faculty Publications. Paper 822, 2010. Disponível em: http://hdl.lib.byu.edu/1877/2133. Acesso em: 12 mar. 2019.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. Políticas curriculares, Estado e regulação. Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1337-1354, out./dez. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v31n113/15.pdf. Acesso em: 18 maio 2019.

JACQUES, Juliana Sales. Performance docente na (co)autoria de Recursos Educacionais Abertos (REA) no ensino superior: atos éticos e estéticos. Orientadora: Elena Maria Mallmann. 2017. 225 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2017.

LIBÂNEO, José C.; OLIVEIRA, João; TOSCHI, Mirza. Educação escolar: políticas, estruturas e organização. São Paulo: Cortez, 2012.

MALLMANN, Elena Maria; MAZZARDO, Mara Denize (Orgs.). Fluência Tecnológica-Pedagógica (FTP) em Recursos Educacionais Abertos (REA). Santa Maria: GEPETER/UFSM, 2020. E-book. Disponível em: https://gepeter.proj.ufsm.br/pressbook/livrorea/. Acesso em: 25 fev. 2021.

MALLMANN, Elena Maria et al. (Orgs.). REA: teoria e prática. São Paulo: Pimenta Cultural, 2020 292p. Disponível em: https://12a44a16-333b-2afc-4c09-a9f4ce61c300.filesusr.com/ugd/c6b165_b7077447165049d2b87bd9e7c8725b8f.pdf. Acesso em: 16 fev. 2021.

MAZZARDO, Mara Denize. Recursos Educacionais Abertos: inovação na produção de materiais didáticos dos professores do Ensino Médio. Orientadora: Ana Nobre. Coorientadora: Elena Maria Mallamnn. 280 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Aberta (UAb), Lisboa, Portugal, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.2/7788. Acesso em: 18 abr. 2019.

OLIVEIRA, Dalila Andrade. Das políticas de governo à política de Estado: reflexões sobre a atual agenda educacional brasileira. Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 115, p. 323-337, abr./jun. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v32n115/v32n115a05.pdf. Acesso em: 25 abr. 2019.

PETIT JEAN, André. La transposition didactique en français. Practiques: Linguistique, Littérature, Didactique, n. 97-98, 1998. Disponível em: https://www.persee.fr/doc/prati_0338-2389_1998_num_97_1_2479. Acesso em: 09 mar. 2019.

SANTOS, Boaventura de Sousa. As três ignorâncias contra a democracia. Outras Palavras, 2019. Disponível em: https://outraspalavras.net/crise-civilizatoria/boaventura-tres-ignorancias-contra-a-democracia/. Acesso em: 27 jun. 2019.

UNESCO. Declaração REA de Paris. Paris. 2012. Disponível em: http://www.unesco.org/new/fileadmin/MULTIMEDIA/HQ/CI/CI/pdf/Events/Portuguese_Paris_OER_Declaration.pdf. Acesso em: 18 jun. 2019.

VIEIRA PINTO, Álvaro. Ciência e existência: problemas filosóficos da pesquisa científica. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

WILEY, David. Open Education License Draft. In: WILEY, D. Iterating toward openness. [S.l], 8 ago. 2007. Disponível em: https://opencontent.org/blog/archives/355. Acesso em: 8 jun. 2019.

WILEY, David. The Access Compromise And The 5th R. In: WILEY, D. Iterating toward openness. [S.l], 5 mar. 2014. Disponível em: https://opencontent.org/blog/archives/3221. Acesso em: 8 jun. 2019.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2021v19i1p129-152

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais