Um Estudo com Bolsistas do PIBID Sobre Concepções de Formação Docente
A Study with Scholars of PIBID on Conceptions of Teacher Training

Fabiano dos Santos Souza, Cileda de Queiroz e Silva Coutinho

Resumo


O presente artigo é um recorte da pesquisa de doutorado que focou o processo de formação de professores no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) de uma Universidade Federal. Os dados coletados por meio de questionário aplicado a alunos da Licenciatura foram analisados a partir do método de análise de similaridade utilizando o software CHIC. Participaram 38 discentes da Universidade. Como conclusão, é possível inferir que o PIBID de Matemática promoveu a articulação e a aproximação entre escola básica e Universidade inserindo os licenciandos no contexto escolar. Observou-se também a formação continuada de professores da universidade e da escola básica por meio da relação dialética entre teoria e prática.


Palavras-chave


Educação; Política Educacional; Formação de Professores; PIBID; Análise de Similaridades

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria Isabel de, PIMENTA, Selma Garrido. Centralidade do estágio em cursos de Didática nas Licenciaturas: rupturas e ressignificações. In: Estágios Supervisionados na Formação Docente: Educação Básica e Educação de Jovens e Adultos. Maria Isabel de Almeida, Selma Garrido Pimenta (Organizadoras). São Paulo: Cortez, 2014. p. 15-40.

ALMOULOUD, Saddo Ag. O que Está pode Detrás do CHIC?. In: Uso do CHIC na Formação de Educadores: à guisa de apresentação dos fundamentos e das pesquisas e foco. José Armando Valente; Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida (organizadores). 1. Ed. – Rio de Janeiro: Letra Capital, 2015.

BOURDIEU, Pierre. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

CHINELLI, Maura Ventura. Apresentação. In: Prática cotidiana e formação profissional do professor: reflexões sobre a docência na parceria na Universidade-Escola Pública. Maura Ventura Chinelli, (organizadora). Nova Iguaçu, RJ: Entorno, 2015.

FIORENTINI, Dario, OLIVEIRA, Ana Teresa de Carvalho Correa de. O Lugar das Matemáticas na Licenciatura em Matemática: que matemáticas e que práticas formativas? Bolema, Rio Claro (SP), v. 27, n. 47, p. 917-938, dez. 2013. Disponível em: . Acesso em 20 abr. 2018.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 48ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

__________. Pedagogia do oprimido. 18ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

GATTI, Bernardete Angelina, ANDRÉ, Marli E. D. A., GIMENES, Nelson A. S., FERRAGUT, Laurizete. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). São Paulo: FCC/SEP, 2014. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/24112014-pibid-arquivoAnexado.pdf. Acesso em 10 mar. 2015.

GATTI, Bernardete Angelina, A Formação Inicial de Professores para a Educação Básica: as licenciaturas. Revista USP, São Paulo, n. 100, pp. 33-46, dez./jan./fev. 2013-2014.

__________. Formação de Professores no Brasil: características e problemas. In: Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out.- dez. 2010. Disponível em

GRAS, Régis. O Uso do CHIC na Formação de Educadores. In: Uso do CHIC na Formação de Educadores: à guisa de apresentação dos fundamentos e das pesquisas e foco. José Armando Valente; Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida (organizadores). 1. Ed. – Rio de Janeiro: Letra Capital, 2015.

LELIS, Isabel. A construção social da profissão docente no Brasil: uma rede de histórias. In: Ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Maurice Tardif; Claude Lessard, (organizadores). Trad. de Lucy Magalhães. 5 ed. Petrópolis, RJ, Vozes, 2013.

NEVES. Carmen Moreira de Castro. A Capes e a formação de professores para a educação básica. In Revista Brasileira de Pós-Graduação. Suplemento 2, volume 8, março de 2012. Educação Básica: Ensino de Ciências e Matemática e a Iniciação à Docência, p. 353-373.

NÓVOA, António. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista Educacion. Madrid: 2009.

__________. Os professores e as histórias de suas vidas. In: Vidas de professores. António Nóvoa (organizador). Porto/Portugal: Porto Editora, 1995. p. 11-30.

__________. O passado e o presente dos professores. In: Profissão Professor. António Nóvoa (organizador). Tradutores: Irene Lima Mendes, Regina Correia, Luísa Santos Gil. 2 ed. Porto, Portugal, Porto Editora, 1999.

__________. Os professores e o “novo” espaço público da educação. In: Ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Maurice Tardif; Claude Lessard, (organizadores). Trad. de Lucy Magalhães. 5 ed. Petrópolis, RJ, Vozes, 2013.

__________. Firmar a posição como professor, firmar a profissão docente. Revista Cadernos de pesquisa, São Paulo, v. 47, n 166, p. 1106-1133, out/dez. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 de abr. 2018.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: Saberes pedagógicos e atividade docente. Selma Garrido Pimenta (Organizadora). 8. ed. São Paulo: Cortez, 2012. p.15-38.

SCHÖN, Donald A. The Reflective Practtioner. Nova York: Basic Books, 1983.

__________. Formar professores como profissionais reflexivos. In: Os professores e sua Formação. António Nóvoa (organizador). 3ª ed. Lisboa: Dom Quixote, 1997. p. 79-91

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional, 14a ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

TARDIF, Maurice. LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas, Tradução de João Batista Kreuch. 9ª ed. Petrópolis, RJ, Vozes, 2014.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2019v21i1p496-520

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA