O Estado do Conhecimento sobre as pesquisas brasileiras que focalizam as relações estabelecidas entre professores da Educação básica com os materiais curriculares de Matemática
The State of Knowledge on the Brazilian researches that focus on the relationships established between teachers of Basic Education and the curricular materials of Mathematics

Priscila Bernardo Martins, Edda Curi, Cintia Aparecida Bento dos Santos

Resumo


O presente artigo objetiva apresentar um mapeamento e análise de pesquisas acadêmicas que têm como foco de estudo as relações estabelecidas entre professores da Educação básica com os materiais curriculares de Matemática. Assim, nos propusemos a buscar as produções acadêmicas e publicações inerentes a essa temática. Para tanto, realizamos um mapeamento, do tipo Estado do Conhecimento, tendo como fonte de coletas de dados o banco de teses e dissertações da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Para garantir a organização e rigor da análise, inspiramo-nos no método análise de conteúdo, fundamentada em Bardin (2016). Os resultados revelaram que, o maior número de pesquisas sobre a temática concentra-se no Programa de estudos Pós-graduados em Educação Matemática, da Universidade Católica de São Paulo.


Palavras-chave


Currículo de Matemática; Relação professor-material curricular de matemática; Estado do Conhecimento;

Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, C. S. Crenças de um professor de Matemática que emergem em suas interações com um livro didático do Ensino Médio. Campo Grande, MS, 2014. [Dissertação –Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: < 568 http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf>. Acesso em: 02 jun. 2018.

BROWN, M. W. The Teacher – Toll Relationship: Theorizing the design and Use of Curriculum Materials. In: REMILLARD, J. T.; HERBEL-EISENMANN, B. A.; LLOYD, G. M. (Ed.).Mathematics Teachers at Work: Connecting Curriculum Materials and Classroom Instruction. 1. ed. New York: Routledge, 2009. p. 17-36.

BUENO, Simone. O currículo de Matemática Moldado e Praticado por uma professora que atua na Educação de Jovens e Adultos. 2013. 160 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Educação Matemática, Programa de Estudos Pós-graduados em Educação Matemática, Pontifica Universidade Católica de São Paulo., São Paulo, 2013.

BUENO, Simone. Uso dos materiais curriculares por professores de Matemática. 2017. 168 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação Matemática, Programa de Estudos Pós-graduados em Educação Matemática., Pontifica Universidade Católica de São Paulo., São Paulo, 2017.

COSTA, W. O. A participação de professores de Matemática e análise de materiais curriculares elaborados em um trabalho colaborativo. 2015. 111 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2015.

DINIZ, Paulo. Materiais Curriculares educativos e professores que ensinam Matemática: Mensagem, recontextualização e identidade pedagógica. 2017. 139 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, da Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2017.

FIORENTINI, D. Rumos da Pesquisa Brasileira em Educação Matemática: o caso da produção científica em cursos de pós-graduação. 1994. 414 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 1994.

FURONI, S.P. Conhecimentos mobilizados por professores de matemática do Ensino Médio em suas relações com livros didáticos. 2004. 156 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação Matemática, Programa de Pós - Graduação em Educação Matemática, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso do Sul, 2014.

JANUARIO, G. Marco conceitual para estudar a relação entre materiais curriculares e professores de Matemática. 2017. 194f. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo.

JESUS, Franckline Juliana Alves de. Uso(s) do livro didático por professores de matemática dos anos finais do Ensino Fundamental de escolas da rede estadual de Aracaju/SE. 2017. 129 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino de Ciências e Matemática., Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Sergipe., São Cristóvão, 207.

LIMA, K. Relação professor-materiais curriculares em Educação Matemática: uma análise a partir de elementos dos recursos do currículo e dos recursos dos professores. 2017. 163f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

LIMA, S.F. de. Relações entre professores e materiais curriculares no ensino de números naturais e sistema de numeração decimal. 2014. 217 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática, Programa de Estudos Pós-graduados em Educação Matemática., Pontifica Universidade Católica de São Paulo., São Paulo, 2014.

OLIVEIRA., Jackeline Riquielme de. Relações estabelecidas entre professores de Matemática do Ensino Médio e livros didáticos, em diferentes fases da carreira. 2014. 163 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação Matemática, Programa de Pós-graduação em Educação Matemática, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2014.

PACHECO, D. R. O uso de materiais curriculares de Matemática por professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental para o tema Espaço e Forma.2015.174F. Dissertação. São Paulo: Pontifica Universidade Católica de São Paulo: Programa de estudos Pós-graduados em Educação Matemática.

PIRES, C. M. C. (2015). Panorama da organização e desenvolvimento curricular de Matemática no Brasil. In: III Fórum Nacional sobre Currículos de Matemática, Ilha Solteira. Anais do III FNCM: Investigações, Políticas e Práticas Curriculares, Ilha Solteira: Ibilce-Unesp, p. 8-16.

PIRES, C. M. C.; CURI, E. (2013). Relações entre professores que ensinam Matemática e prescrições curriculares. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 4, n. 2, p. 57-74.

QUISBERT, S. Q. Relações de uma professora pesquisadora de sua própria prática com o uso de materiais didáticos institucionais de matemática. 2015.131 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática)–Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, 2015

REMILLARD, J. T. Considering what we know about the relationship between teachers and curriculum materials. In: REMILLARD, J. T.; HERBEL-EISENMANN, B. A.; LLOYD, G. M. (Ed.). Mathematics Teachers at Work: Connecting Curriculum Materials and Classroom Instruction. 1. ed.New York: Routledge, 2009. p. 85-92.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte”. Diálogos Educacionais, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37- 50, 2006.

SILVA, J.D. N.da. Manual de livros didáticos de Matemática: uso (s) por professores dos anos finais do ensino fundamental (Aracaju/SE). 2018. 137 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ensino de Ciências e Matemática., Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Sergipe., Aracaju, 2018.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2019v21i1p461-476

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA