CULTURA DIGITAL EM UM CURSO DE LICENCIATURA LETRAS-INGLÊS: UM ESTUDO DE CASO

Marcus Souza Araújo

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar um estudo de caso com dois alunos de Licenciatura em Letras para o uso das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) na aprendizagem de inglês. O referencial teórico baseia-se nos princípios da cultura digital (PRENSKY, 2001, 2012; BUCKINGHAM, 2010; IANNONE; ALMEIDA; VALENTE, 2016, ALMEIDA et al., 2017; ALONSO, 2017; entre outros) como forma de integrá-la ao ambiente de sala de aula no contexto brasileiro, em que os alunos poderão se apropriar, pedagógica e conscientemente, das mídias digitais e das tecnologias. Com relação à metodologia, esta pesquisa se caracteriza como um estudo de caso qualitativo (ANDRÉ, 2013; GERRING, 2019) e utiliza como instrumentos de pesquisa um relato reflexivo, entrevista e atividades do Facebook. Os dados da pesquisa foram gerados em uma disciplina curricular específica sobre tecnologias do curso de Licenciatura Letras-Inglês da Universidade Federal do Pará (UFPA). Os resultados apontam que as TDIC podem contribuir para um comportamento inovador do professor, ao sair, por exemplo, de práticas tradicionais de ensino, já que as tecnologias possibilitam ao professor conhecer melhor as necessidades dos alunos. Além disso, o professor precisa adaptar-se ao mundo digital e ajudar o aluno a ser autônomo em sua aprendizagem. Assim sendo, é válido mencionar que toda inovação precisa ser ensinada, para auxiliar o aluno a partir de suas necessidades, e o uso das TDIC em sala de aula, para uso pedagógico, não é diferente.


Palavras-chave


Estudo de caso; TDIC; Cultura digital; Licenciatura Letras-Inglês; UFPA.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini. Integração currículo e tecnologias: concepção e possibilidades de criação de web currículo. In: ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini.;

ALVES, Dom Robson Medeiros; LEMOS, Silvana Donadio Vilela (Orgs.). Web currículo: aprendizagem, pesquisa e conhecimento com o uso de tecnologias digitais. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2014. p. 20-38.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini et al. O currículo na cultura digital e a integração currículo e tecnologias. In: CERNY, Roseli Zen et al. (Orgs.). Formação de Educadores na Cultura Digital. Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2017. p. 383-410. Disponível em:

http://nup.ced.ufsc.br/e-books. Acesso em: 27 jun. 2017.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini; VALENTE, José Armando. Tecnologias e currículo: trajetórias convergentes ou divergentes? São Paulo: Paulus, 2011.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini; VALENTE, José Armando. Políticas de tecnologia na educação brasileira: histórico, lições aprendidas e recomendações. São Paulo: Centro de Inovação para a Educação Brasileira – CIEB Estudos, 2016. Disponível em:

http://cieb.net.br/wp-content/uploads/2019/04/CIEB-Estudos-4-Politicas-de-Tecnologia-naEducacao-Brasileira-v.-22dez2016.pdf Acesso em: 18 de mar. 2020.

ALONSO, Kátia Morosov. Cultura digital e formação: entre um devir e realidades pungentes. In: CERNY, Roseli Zen et al. (Orgs.). Formação de Educadores na Cultura Digital. Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2017. Disponível em: http://nup.ced.ufsc.br/e-books. Acesso

em: 27 jun. 2017. p. 23-39.

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso. O que é um estudo de caso qualitativo em Educação? Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade. Salvador, vol. 22, n. 40, p. 95-

, jul./dez. 2013. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/7441/4804. Acesso em: 30 mar.

ARAÚJO, Marcus de Souza. Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação para Fins Educacionais na Formação Inicial de Professores de Inglês. Orientadora: Zuleica Antonia Camargo. 2017. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem)

– Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.

BRAGA, Denise Bertoli. Ambientes digitais: reflexões teóricas e práticas. São Paulo: Cortez, 2013.

BRAGA, Denise Bertoli; VÓVIO, Cláudia Lemos. Uso de tecnologia e participação em letramentos digitais em contextos de desigualdade. In: BRAGA, D. B. (Org.). Tecnologias digitais da informação e comunicação e participação social. São Paulo: Cortez, 2015. p.33-67.

BUCKINGHAM, David. Cultura digital, educação midiática e o lugar da escolarização. Educação & Realidade. Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 37-58, set./dez., 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/13077/10270. Acesso em: 10 fev. 2020.

CECCHETTINI, Eliane El Badouy. Introdução. In: VERAS, Marcelo (Org.). Inovação e métodos de ensino para nativos digitais. São Paulo: Atlas, 2011. p. 1-18.

CELANI, Maria Antonieta Alba. Ensino de línguas estrangeiras: ocupação ou profissão. In: LEFFA, Vilson. O professor de línguas estrangeiras: construindo a profissão. Pelotas: Educat, 2001. p. 21-40.

CORTELLA, Mário Sérgio. Educação, escola e docência: novos tempos, novas atitudes. São Paulo: Cortez, 2014.

COSCARELLI, Carla Viana; KERSCH, Dorotea Frank. Prefácio: Pedagogia dos multiletramentos: alunos conectados? novas escolas + novos professores. In: KERSCH, Dorotea Frank; COSCARELLI, Carla Viana; CANI, Josiane Brunetti (Orgs.). Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem. Campinas:

Pontes, 2016. p. 7-14.

FAVA, Rui. Educação 3:0 – aplicando o PDCA nas instituições de ensino. São Paulo: Saraiva, 2014.

FAVA, Rui. Educação para o século 21: a era do indivíduo digital. São Paulo: Saraiva, 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da tolerância. São Paulo: Paz & Terra, 1995/2014.

GERRING, John. Pesquisa de estudo de caso. São Paulo: Vozes, 2019.

GIMENEZ, Telma. Tornando-se professores de inglês: experiências de formação inicial em um curso de Letras. In: VIEIRA ABRAHÃO, Maria Helena (Org.). Prática de ensino de Língua Estrangeira: experiências e reflexões. Campinas: Pontes, 2004. p. 171-187.

GÓMEZ-GRANELL, Carmen; VILA, Ignácio. Introdução. In: GÓMEZ-GRANELL,

Carmen; VILA, Ignácio (Orgs.). A cidade como projeto educativo. Porto Alegre: Artmed, 2013. p. 15-35.

IANNONE, Leila Rentroia; ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini; VALENTE, José Armando. Pesquisa TIC Educação: da inclusão para a cultura digital. In: Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas brasileiras: TIC Educação 2015. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2016. p. 55-67.

KALANTZIS, Mary; COPE, Bill. Literacies. Cambridge: Cambridge University Press, 2012.

LEFFA, Vilson. Língua Estrangeira: ensino e aprendizagem. Pelotas: EDUCAT, 2016.

MARTINS, Rosa Elisabete Militz Wypyczynski; RIBEIRO, Roberto Souza. A aprendizagem em geografia no Ensino Fundamental II com o uso das TDIC. In: CERNY, Roseli Zen et al. (Orgs.). Formação de Educadores na Cultura Digital. Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2017. p. 154-175. Disponível em: http://nup.ced.ufsc.br/e-books. Acesso em: 27 jun. 2017.

MOITA LOPES, Luiz Paulo. A nova ordem mundial, os parâmetros curriculares nacionais e o ensino de inglês no Brasil: a base intelectual para uma ação política. In: BARBARA, Leila; RAMOS, Rosinda Castro Guerra (Orgs.). Reflexão e ações no ensino-aprendizagem de línguas. Campinas: Mercado de Letras, 2003. p. 29-57.

MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 5a ed. Campinas: Papirus, 2012.

OLIVEIRA, Maria Carolina Vasconcelos; DINO, Luísa Adib. Cultura e arte na era da participação: reflexões a partir de práticas de usuários de Internet no Brasil. In: Cultura e tecnologias no Brasil: um estudo sobre as práticas culturais da população e o uso das tecnologias de informação e comunicação. São Paulo: CGI.br, 2017. p. 91-130.

PÉREZ GÓMEZ, Ángel. Educação na era digital: a escola educativa. Porto Alegre: Penso, 2015.

PISCHETOLA, Magda. Inclusão digital e educação: a nova cultura da sala de aula. Petrópolis: Vozes, 2016.

PRENSKY, Mark. Digital Natives, Digital Immigrants. On the Horizon. v. 9, n. 5, p. 1-5, 2001.

PRENSKY, Mark. Teaching digital natives: partnering for real learning. California: Corwin, a Sage Company, 2010.

PRENSKY, Mark. From digital natives to digital wisdom: hopeful essays for 21st century learning. California: Corwin, a Sage Company, 2012.

PRENSKY, Mark. Technology as mask? Let´s be sure not to confuse “adding technology” with fundamental educational change. Disponível em http://marcprensky.com/wpcontent/uploads/2013/04/Prensky-Technology_As_Mask-EdTech-May-Jun-2015-FINAL.pdf.

Acesso em: 18 mar. 2020.

RIBEIRO, Andréa Lourdes. Jogos online no ensino-aprendizagem da leitura e da escrita. In: COSCARELLI, Carla Viana (Org.). Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola, 2016. p. 159-174.

ROJO, Roxane; BARBOSA, Jacqueline Peixoto. Cultura digital e ensino de Língua Portuguesa. In: CERNY, Roseli Zen et al. (Orgs.). Formação de Educadores na Cultura Digital. Florianópolis: UFSC/CED/NUP, 2017. p. 208-226. Disponível em:

http://nup.ced.ufsc.br/e-books. Acesso em: 27 jun. 2017.

SILVA, Patrícia Konder Lins. A escola na era digital. In: ABREU, Cristiano Nabuco; EISENSTEIN, Evelyn; ESTEFENON, Susana Gabriela Bruno (Orgs.). Vivendo esse mundo digital: impactos na saúde, educação e nos comportamentos sociais. Porto Alegre: Artmed,

p. 137-145.

SUNAGA, Alexsandro; CARVALHO, Camila Sanches. As tecnologias digitais no ensino híbrido. In: BACICH, Lilian; TANZI NETO, Adolfo; TREVISANI, Fernando Mello (Orgs.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015. p. 141-154.

TAPSCOTT, Dan. A hora da geração digital: como os jovens que cresceram usando a internet estão mudando tudo, das empresas aos governos. Rio de Janeiro: Agir Negócios, 2010.

VALENTE, José Armando. A escola como geradora e gestora do conhecimento: o papel das tecnologias de informação e comunicação. In: GUEVARA, Arnoldo José Hoyos; ROSINI, Alessandro Marco (Orgs.). Tecnologias emergentes: organizações e educação. São Paulo:

Cengage Learning, 2008. p. 21-40.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i2p785-805

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais