“FABRICAÇÃO SOCIAL DE INDIVÍDUOS” E A EDUCAÇÃO: UM DIÁLOGO CRÍTICO ENTRE CORNELIUS CASTORIADIS E PAULO FREIRE

Denise Simões Rodrigues, Ivanilde Apoluceno de Oliveira

Resumo


Neste artigo analisa-se a educação como projeto de poder, refletindo criticamente sobre a construção da “fabricação social” e a possibilidade de sua desconstrução à luz do conceito de autonomia de Cornelius Castoriadis e de Paulo Freire. Qual o papel da educação e do currículo no processo de construção dessa fabricação social de sujeitos? Essa é uma das questões levantadas na problematização do tema. Este artigo constitui em uma pesquisa bibliográfica, com ênfase no diálogo entre Cornelius Castoriadis e Paulo Freire. Entre os resultados destaca-se que os autores apontam para uma educação criativa, humanista e crítica, que possibilite a práxis e mudanças sociais, rompendo com práticas educacionais que fabricam indivíduos alienados, superando ideologias fatalistas de sociedade e de mundo.


Palavras-chave


Cornelius Castoriadis; Paulo Freire; Autonomia; Fabricação social

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Tradução Fernando Tomaz. Lisboa: Difel; Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

CASTORIADIS, Cornelius. A instituição imaginária da sociedade. Tradução Guy Reynaud. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

CASTORIADIS, Cornelius. O mundo fragmentado: as encruzilhadas do labirinto III. Tradução Rosa Maria Boaventura. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

CASTORIADIS, Cornelius. Feito e a ser feito: as encruzilhadas do V. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

CASTORIADIS, Cornelius. A ascensão da insignificância: as encruzilhadas do IV. Tradução Regina Vasconcellos. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

CASTORIADIS, Cornelius. Figuras do pensável: as encruzilhadas do VI. Tradução Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

DURKHEIM, Èmile. A evolução pedagógica. Tradução Bruno Charles Magne. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 11. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 12. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1995.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. 6. ed. São Paulo: Unesp, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno. Paulo Freire: gênese da educação intercultural no Brasil. Curitiba: CRV, 2015.

PADILHA, Paulo Roberto. Currículo intertranscultural: novos itinerários para a educação. São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, 2004.

RODRIGUES, Denise Simões. Revolução cabana e construção da identidade amazônica. Belém: Eduepa, 2009.

SAUL, Ana Maria. Currículo. In: STRECK, Danilo; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Org.). Dicionário Paulo Freire. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i3p1086-1102

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais