O DESAFIO DE INSTITUCIONALIZAR INOVAÇÕES NO ENSINO SUPERIOR: A EXPERIÊNCIA DA FGV DIREITO SP

José Garcez Ghirardi

Resumo


O artigo analisa a institucionalização de uma proposta educacional inovadora: a criação e desenvolvimento do Curso de Direito da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP). Implementar e consolidar o novo modelo incita a possibilidade de compreender os desafios para criar e manter um curso de Direitos inovador. O estudo com abordagem qualitativa realiza-se por meio de pesquisa bibliográfica, principalmente a partir de Angarita, et al (2010), Khun (1998), Ghirardi (2009), Ghirardi; Oliveira (2012), Vieira (2012), Ghirardi; Vieira (2018). Os resultados revelam as dificuldades em renovar um curso dentro de uma moldura institucional já estabelecida e a necessidade central na formação dos sujeitos responsáveis por colocar em prática a nova proposta.


Palavras-chave


Proposta educacional; Metodologia inovadora; Desafios institucionais; Educação jurídica.

Texto completo:

PDF

Referências


ANGARITA, Antonio (Coord.) et al. Construção de um sonho: Direito GV: inovação, métodos, pesquisa, docência. São Paulo: FGV Direito Rio, 2010.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 23. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.

GHIRARDI, José Garcez (Org.). Métodos de ensino em Direito: conceitos para um debate. São Paulo: Saraiva, 2009.

GHIRARDI, José Garcez. Dizer o valor: avaliação e proposta pedagógica. In: GHIRARDI, José Garcez. O instante do encontro: questões fundamentais para o ensino jurídico. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, 2012. p. 64-72.

GHIRARDI, José Garcez; OLIVEIRA, Juliana Ferrari de. Caminhos da Superação da Aula Jurídica Tradicional: O Papel das Instituições de Ensino. Revista Brasileira de Estudos Políticos. n. 113. p.379-404. 2016.

GHIRARDI, José Garcez; VIEIRA, Oscar Vilhena. The unstoppable force, the immovable object: challenges for structuring a cosmopolitan legal education in Brazil. UCI Irvine Journal of International, Transnational and Comparative Law, v. 3, p. 119-142, 2018. Disponível em: https://scholarship.law.uci.edu/ucijil/vol3/iss1/6/ Acesso em: 12 mar. 2019

HUBNER, Conrado. A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. In: VANZELLA, Rafael Domingues Faiardo (Org.). Experiências e materiais sobre os métodos de ensino-aprendizado da Direito GV. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, 2007, vol. 4, p.65-93. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/2820/caderno%20direito%2018.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 17 jun. 2020.

JUNY et al. Ética y Educación jurídica. In: Manual Latinoamericano de Ética Profesional del Abogado. 2019.(no prelo)

KHUN, Thomas. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 1998.

ROCHA, Jean-Paul Veiga da. Relatório da 1ª fase do “Projeto Material Didático”. In: VANZELLA, Rafael Domingues Faiardo (Org.). Experiências e materiais sobre os métodos de ensino-aprendizado da Direito GV. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas, 2007, vol. 4, p.65-93. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/2820/caderno?sequence=1

Acesso em: 24 abr. 2020.

SCABIN, Flávia; ACCA, Thiago. Clínica de Direito. In: GHIRARDI, José Garcez (Org.). Métodos de ensino em Direito: conceitos para um debate. São Paulo: Saraiva, 2009.

Vagas em Direito disparam após MEC facilitar a abertura de novos cursos. Folha de São Paulo. UOL São Paulo, 21. abr. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2019/04/vagas-em-direito-disparam-apos-mec-facilitar-a-abertura-de-novos-cursos.shtml. Acesso em: 28 maio 2020.

VIEIRA, Oscar Vilhena. Desafios do Ensino Jurídico num mundo em transição: o projeto da DIREITO GV. Revista de Direito Administrativo, v. 261, p. 375-407, 2012.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i3p1160-1177

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais