ALTERNÂNCIA NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES DO CAMPO: CONTRIBUIÇÕES DOS MOVIMENTOS SOCIAIS PARA SUA MATERIALIDADE

Maria Celeste Gomes de Farias, Salomão Antonio Mufarrej Hage

Resumo


O artigo visa identificar e analisar contribuições dos movimentos sociais do campo na materialidade das práticas formativas em alternância na formação de educadores da Licenciatura em Educação do Campo LPEC da UNIFESSPA. A investigação se fundamenta na teoria social crítica e se desenvolveu por meio de entrevistas semiestruturadas com educandos, formadores e representantes dos movimentos sociais. O trabalho está organizado em três partes: os movimentos sociais como referências na Educação do Campo e a alternância na formação inicial de educadores do campo; o território da Região Sudeste do Pará e ações dos movimentos sociais que orientam o Curso e o perfil dos educandos, e por fim, a partir das falas dos sujeitos analisamos as contribuições dos movimentos sociais nas práticas em alternância. Os resultados indicam que os movimentos sociais contribuem para enriquecer os processos formativos em alternância na formação dos educadores do campo.


Palavras-chave


Alternância; Movimentos Sociais do Campo; Formação de Educadores; Licenciatura em Educação do Campo

Texto completo:

PDF

Referências


ANJOS, Maura P. dos. Histórias de vida de educadores: elementos para formação na educação do campo. V COLÓQUIO INTERNACIONAL “Educação e Contemporaneidade”. Sergipe, 2012.

ARROYO, Miguel G; FERNANDES, Bernardo Mançano. Por uma Educação Básica do campo: a Educação Básica e o Movimento Social no Campo. V. 2. Brasília: Por uma Educação Básica do campo: a Educação Básica e o Movimento Social no Campo, 1999.

ARROYO, Miguel G. PEDAGOGIAS EM MOVIMENTO: o que temos a aprender dos Movimentos Sociais? Currículo sem Fronteiras, v. 3, n. 1, p. 28-49, Jan/Jun 2003. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol3iss1articles/arroyo.pdf. Acesso em: 04 maio 2018.

ARROYO, Miguel G. Políticas de formação de educadores(as) do campo. Caderno Cedes, Campinas, v. 27, n. 72, maio-ago. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issues&pid=0101-3262&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 10/05 2020.

ARROYO, Miguel G. Formação de Educadores do Campo. In: CALDART, Roseli Salete et al. (Orgs.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012. p.359-365.

ARROYO, Miguel G. Outros sujeitos, Outras Pedagogias. Petrópolis: Vozes, 2012.

BOTTOMORE, Tom. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.

BOLETIM DA EDUCAÇÃO – II Encontro Nacional de Educadoras e Educadores da Reforma Agrária, II ENERA Textos. Número 12. Edição Especial – dezembro 2014.

BRASIL. Decreto nº 7.352, de 04 de dezembro de 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA. Diário Oficial da União, Seção 1, 5 nov. 2010.

CALDART, Roseli. Por uma Educação do Campo: traços de uma identidade em construção. In: KOLLING, Edgar Jorge. et al. (Orgs.). Por uma Educação do Campo: Identidade e Políticas Públicas. Brasília: Art. Nacional, 2002. p. 25-36.

CALDART, Roseli. Educação do Campo. In: CALDART, Roseli, ALENTEJANO, Paulo; FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Dicionário da Educação do Campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012. p. 257-264.

CALDART, Roseli. Educação do Campo 20 Anos: a construção de um projeto político-formativo. In: FONEC- Encontro Nacional – 20 anos Educação do Campo e PRONERA. Brasília/DF, 12 a 15 de junho 2018.

CARTA DE CRIAÇÃO DO FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Brasília, DF, agosto, 2010. Disponível em: https://sites.unicentro.br/wp/educacaodocampo/files/2019/09/carta-cria%c3%a7%c3%a3o-FONEC-2010.pdf. Acesso em: 04 maio 2020.

CONFERÊNCIA NACIONAL POR EDUCAÇÃO DO CAMPO, I. Luziânia-GO, 1998. Disponível em: http://www.gepec.ufscar.br/publicacoes/documentos/conferencia-nacional-por-uma-educacao-basica-do.pdf. Acesso em: 06 jun. 2020.

CONFERÊNCIA NACIONAL POR UMA EDUCAÇÃO DO CAMPO, II. Disponível em: www.red-ler.orgdeclaracion-II-conferencia-educacao-campo. Acesso em: 01 jun. 2020.

FARIAS, Marai. Celeste. Gomes de. Alternância Pedagógica na formação do educador do campo: Contribuições da Licenciatura em Educação do Campo a partir da UNIFESSPA. Orientador: Salomão Hage. 2019. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2019.

FERNANDES, Bernardo Mançano. Contribuição ao Estudo do Campesinato Brasileiro Formação e Territorialização do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST (1979 –1999). Orientador: Ariovaldo Umbelino de Oliveira. 1999. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO DO CAMPO (FONEC). Carta de Criação do Fórum [...] na sede da Contag, durante os dias 16 e 17 de agosto de 2010. Brasília, 2010. Disponível em: http://www.frecsupa.net.br/p/documentos_29.html. Acesso em: 15 jun. 2018.

HAESBAERT, Rogério. O Mito da Desterritorialização: do fim dos Territórios à Multiterritorialidade. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

HAGE, Salomão. Transgressão do Paradigma da (multi)Seriação como referência para a construção da Escola Pública do Campo. Educação & Sociedade (Impresso), v. 35, n. 129, 2015.

HAGE, Salomão; FARIAS, Maria Celeste Gomes de; ARAUJO, Helen Silva. Alternância Pedagógica como estratégia de formação dos Educadores do Campo no Curso de Licenciatura em Educação do Campo. Comunicação apresentada na I Reunião da ANPED Norte. Belém-PA, outubro de 2016.

HÉBETTE, Jean. Cruzando a fronteira: 30 anos de estudo do campesinato na Amazônia. v. 4. Belém: Edufpa, 2004.

MARQUE, Gilberto; MARQUES, Indira Rocha. Políticas públicas e conflitos fundiários no Estado do Pará. VIII Congresso Latinoamericano de Sociología Rural. América Latina: realineamientos políticos y proyectos en disputa. Porto de Galinhas-PE, 19 de novembro de 2010.

MOLINA, Monica Castagna; SÁ, Laís M. Licenciatura em Educação do Campo. In: CALDART, Roseli, ALENTEJANO, Paulo; FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Dicionário da educação do campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012. p. 466-474.

QUEIROZ. João Batista de. In: RELATÓRIO SÍNTESE. I Círculo de Formação em Alternância Pedagógica-CFAP. UFPA/SECADI/MEC, Belém, 2015.

SILVA, Lourdes Helena. Concepções & práticas de Alternâncias na Educação do Campo: dilemas e perspectivas. Nuances: estudos sobre Educação. Ano XVII, v. 17, n. 18, p. 180-192, jan./dez. 2010. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/760/0. Acesso em: 15 ago. 2016.

SILVA, Lourdes Helena. As experiências de Formação de Jovens do Campo: alternância ou alternâncias? Curitiba: CRV, 2012.

UNIFESSPA Projeto Político Pedagógico do Curso Licenciatura em Educação do Campo, Marabá- Pará. 2014.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2021v19i1p474-496

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais