Chamada de artigos para compor o número especial: Referenciais teóricos para discutir conhecimentos e saberes matemáticos mobilizados e produzidos por professores que ensinam matemática nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio

2024-02-20

Há algumas décadas tem se discutindo, tanto em âmbito nacional como internacional, uma matemática específica da ação do professor, diferente da que é praticada por outros profissionais como engenheiros, arquitetos, economistas e até os próprios matemáticos.

A partir de estudos como de Shulman (1986), diferentes modelos para saberes de professores que ensinam matemática foram se configurando, dentre os quais podemos destacar alguns exemplos. Ball, Thames e Phelps (2008) tipificaram a especificidade do professor(a) de matemática por “conhecimento matemático para o ensino”. Adler e Davis (2006; 2011), baseados em uma abordagem sociológica, investigaram “como” se constitui a matemática específica para o ensino, produzida na e por meio da prática, e “que” princípios a legitimam. Davis e Renert (2014) propõem a matemática para o ensino como uma disposição participativa aprendida coletivamente, na qual uma compreensão “profunda” da matemática emergente da prática é vista como uma forma de subsidiar o(a) professor(a) no desenvolvimento de seu trabalho –trabalho este que não pode ser desenvolvido por um indivíduo isoladamente, mas somente de forma colaborativa.

Diante deste cenário, convidamos a comunidade científica para publicizar o que vem sendo construído sobre a temática “Referenciais teóricos para discutir conhecimentos e saberes matemáticos mobilizados e produzidos por professores que ensinam matemática nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio”.

Nosso objetivo geral é apresentar matemáticas mobilizadas e produzidas por professoras e professores, bem como os referenciais teóricos que sustentam as investigações com esse foco na comunidade de pesquisa em educação matemática.

Esta chamada está aberta a pesquisadoras e pesquisadores que desenvolvam investigações a respeito do tema e que tenham interesse em incentivar o confronto entre diferentes teorizações das matemáticas mobilizadas e produzidas por professoras e professores, destacando as especificidades de teorizações que utilizam, se for o caso, ou que tragam novas contribuições para o debate.

A revista Educação Matemática Pesquisa O periódico Educação Matemática Pesquisa (EMP) é uma revista quadrimestral que, por meio de acesso livre e gratuito a seu conteúdo, proporciona um espaço global de divulgação da pesquisa científica na área. A EMP contribui para isso há muitos anos, tendo alcançado reconhecimento internacional por sua excelência. Os/as pesquisadores/as interessados/as em contribuir com publicação inédita neste número especial deverão preparar e enviar o texto segundo as regras da revista. Serão aceitos artigos com até três autores/as, sendo que pelo menos um/a dos/as autores/as do artigo DEVE TER O TÍTULO DE DOUTOR em educação matemática ou áreas afins. Os artigos a serem submetidos podem ser escritos em português, inglês, espanhol ou francês e devem estar de acordo com as normas e o template da revista. Lembramos que os artigos aprovados e escritos em português, espanhol e em francês devem ter obrigatoriamente sua versão em inglês para serem publicados. Os artigos científicos e ensaios teóricos submetidos para esta edição devem atender integralmente as normas da EMP previstas nas Diretrizes para Autores. Contudo, para esse número especial, não serão aceitos artigos do tipo revisão sistemática de literatura. Para mais informações: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/about. Os artigos devem ser submetidos à seção “Referenciais teóricos para discutir conhecimentos e saberes matemáticos mobilizados e produzidos por professores que ensinam matemática nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio” Prazos e processo de avaliação

A participação nesta edição especial é aberta a pesquisadores/as da área e convidados.

Uma ou mais revisões poderão ser necessárias, dependendo da avaliação dos/as pareceristas. O processo de avaliação será ad hoc, por membros do GT 7 – Formação de Professores que Ensinam Matemática da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (Sbem), ou por convidados/as externos/as que tenham expertise na temática.

Cronograma da Edição Especial:

  • 01/05/2024: data limite para submissão de artigos;
  • 20/05/2024 a 15/07/2024: avaliação pelos/as pareceristas;
  • 16/07/2024 a 30/08/2024: envio dos pareceres aos autores/as para os ajustes solicitados;
  • 01/09/2024: data limite para os/as autores/as retornarem a versão final em português e inglês dos artigos (artigos não enviados até essa data serão encaminhados para o fluxo contínuo da revista);
  • 02/09/2024 a 30/09/2024: entrega do artigo revisado e traduzido para o inglês;
  • 30/09/2024 a 30/10/2024: organização e editoração dos trabalhos aceitos.

A publicação do número especial está prevista para novembro de 2024.

Editores/as Convidados/as (coordenadores/as da pesquisa desenvolvida pelo GT 7): Profª. Drª. Flávia Cristina de Macêdo Santana (UEFS/coordenadora Adjunta do GT 7), Profª Drª Roberta D’Angela Menduni Bortoloti (UESB), Prof. Dr. Victor Augusto Giraldo (UFRJ).

 

Normas de publicação

Os artigos devem ser submetidos conforme as normas e o template  (cf. menu template e declaração dos/as autores/as no link: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/issue/view/2691) disponíveis no site da revista: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/about

Referências (para as referências, favor consultar as normas e o template da revista)